Pesquisar neste blogue:

Contador de Visitas:

Web stats powered by www.clubstat.com

Outros pontos de visita:

Ocorreu um erro neste dispositivo

Temas e Assuntos:

Arquivo do blogue

Colaboradores do blog:

-» Futebol

-» T Nogueira

-» Nuno Texas

-» António Fonseca

-» João Miguel Pereira

-» Marcelo Santos

-» Guilherme Pannain

-» Geração Benfica

-» Tiago Ferreira

-» Livre Directo

-» Bruno Miguel Espalha

Top e Ranking de Clubes 06/10

Publicada por António Fonseca sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Fechado a 26 Agosto 2010

TOP

Agora que a bola começa a rolar de vez, com a periodicidade desejada quinzenal, aqui está a lista dos clubes em melhor forma.
Apenas uma nota importante. Vamos começar a chamar "Top" às posições actuais, e "Ranking" ao acumulado, no caso actual, as últimas 6 edições.

O SV Ried, da Áustria, arrebatou o primeiro lugar da 6ª edição do Top. O pequeno clube austríaco, sem qualquer jogador de destaque, e que na época passada terminou no 8º de uma competição com 10 equipas, lidera actualmente a sua Bundesliga fruto de 5 vitórias consecutivas, 4 delas fora de casa. Não é credível que mantenha este nível por mais tempo, mas a verdade é que se tornou no primeiro líder do nosso Top a ultrapassar a marca de 25 pontos, o que é novo recorde.
Também em alta, e estreante, está aquele que em tempos até foi um clube com um pequeno mediatismo - o Skonto Riga, da Letónia. A meio da época, esta equipa muito jovem (média de 22 anos) lidera o seu campeonato e goza de um momento seis vezes consecutivamente vitorioso a nível interno.
Finalmente, a fechar o pódio, e pela primeira vez, um clube japonês. O Cerezo Osaka, equipa de fundo de tabela e sem estrelas pese embora o ingresso de 3 experientes mas não consagrados brasileiros esta época, tem vindo a somar vários resultados positivos que o deixam já na segunda posição da J-League.

Serve este facto como mote para salientar a presença de um maior número maior de clubes não-europeus a entrarem nesta edição (7, no total). Desde logo, a manutenção, desde a edição anterior, do Fluminense. O líder do campeonato brasileiro, destacado com 5 pontos, e onde militam e se têm destacado o lateral direito Mariano, os centrais Leandro Euzébio e Gum, e os médios Diogo, Dario Conca e Diguinho, contam agora com Deco para tentar aquilo que só conseguiram uma vez, e em 1984, o título brasileiro.
Destaque, também, para a já "habitual" Universidade Católica do Chile, agora orientada por Juan Antonio Pizzi (lembram-se) e, entre os demais, o Banfield actual detentor do Apertura argentino. Tempo finalmente para uma palavra sobre a entrada, pela primeira vez, de um clube saudita - o Al Nasr Riad -, que numa luta desigual com os adversários, e que se materializa na presença de apenas 4 não naturais da Arábia Saudita no plantel, vai mantendo um ritmo competitivo interessante num país onde não falta dinheiro para ir buscar velhas vedetas (se estiverem dispostas a jogar).

Não é possível deixar de destacar o regresso do Inter, da mesma forma como terminou com Mourinho, isto é, a vencer. Mais precisamente, com a vitória na Supertaça italiana.


RANKING
Espaço, agora, para o Ranking acumulado e, neste momento, os adeptos do FC Porto podem bem encher-se de satisfação e orgulhar-se pelo facto do seu clube - sim, o FC Porto, ter alcançado o lugar mais desejado e difícil de conquistar.
Os portugueses contam, caso muitos não se tenham apercebido, nada mais nada menos do que com 15 vitórias consecutivas em jogos oficiais. E isso reflecte-se nas consecutivas participações no Top. É um registo de apreciação mundial, e a ver vamos até onde e quando conseguirá o dragão manter tão impressionante performance de resultados.
Ajax e Zenit mantêm os restantes lugares do pódio, com pontuações amealhadas nas primeiras edições, o que éum indicador de que não será fácil manter as posições dados os mais recentes resultados.
A Universidade Católica do Chile goza de outros registo muito interessante: já não perde há 24 jogos.
Em grande ascendência está o Fluminense, que também já não perde há 13 jogos oficiais, e como referimos foi um dos poucos "repetentes" desta edição do Top, e portanto em boa posição para subir mais um ou outro lugar nas próximas semanas, assim como o Inter de Milão e o Senica da Eslováquia. Aliás, o futebol eslovaco tem-se revelado em grande crescendo, apesar de ter muito, mas mesmo muito, caminho pela frente.

A tabela, que pode ser consultada na imagem ao lado, revela ainda uma 23ª posição do Sporting de Braga, fruto de um final de época passada muito positivo. Mas, a julgar pelos últimos dias, há razões para se acreditar que o Braga ainda se possa manter neste ranking por mais uns tempos, se bem que naturalmente com o passar das semanas haverá uma selecção natural onde apenas os grandes emblemas mundias terão espaço para perdurar.
Para já, e como este Ranking é muito "verdinho" e conta apenas com 6 edições, vai havendo espaço para vários outsiders brilharem.

0 golos

Enviar um comentário

No Futebol "O Desporto Rei" todos os comentários são aceites, desde que os mesmos não contenham qualquer tipo de palavreado não adequado, que impere o respeito e que não sejam com o intuito de fazer apenas e só publicidade. Para este último aspecto, assim como para eventuais trocas de links, façam o favor de nos contactar para o nosso endereço de email (Gmail).

ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS:

ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS:
Adiciona-nos e ajuda-nos a divulgar um projecto que pretendemos retomar em breve.

Followers

Parcerias:

Parcerias:
A Mística Azul e Branca traz-nos o "Poder Portista".

A Norte de Alvalade traz-nos "De Leão ao peito".

O Blog Geração Benfica traz-nos "Benfica by GB".