Pesquisar neste blogue:

Contador de Visitas:

Web stats powered by www.clubstat.com

Outros pontos de visita:

Ocorreu um erro neste dispositivo

Temas e Assuntos:

Arquivo do blogue

Colaboradores do blog:

-» Futebol

-» T Nogueira

-» Nuno Texas

-» António Fonseca

-» João Miguel Pereira

-» Marcelo Santos

-» Guilherme Pannain

-» Geração Benfica

-» Tiago Ferreira

-» Livre Directo

-» Bruno Miguel Espalha

Busquets e “O Grito”

Publicada por Futebol sexta-feira, 30 de abril de 2010 1 golos

Por causa de uma “cotovelada” em Busquets, Thiago Motta foi expulso no jogo da 2ª mão do Barcelona vs Inter de Milão. No entanto a televisão apanhou o jogador do Barcelona a fazer teatro, logo após cair no chão, conforme pode ver no vídeo abaixo:





A cena virou motivo de piada em Espanha, principalmente em Madrid, onde os adeptos do Real Madrid comemoraram a eliminação do Barcelona e criaram algumas piadas na internet sobre o rival. Uma deles é esta que pode ver na imagem do lado esquerdo, que ironiza a cena de Busquets no quadro “O Grito”, de Edvard Munch.

Para quem puder ajudar...

Publicada por Futebol 0 golos

A pedido do Blog Geração Benfica, que recentemente recebeu um email (que pode ler em baixo) do autor do Blog Paradigma Guardiola, que se apresenta apresenta tendo como propósito de explorar o Padrão de pensamento e de crença de futebol de Pepe Guardiola, o médio defensivo catalão, herdeiro da filosofia de Cruyff e representante da escola holandesa no modelo ofensivo do FCBarcelona.

O autor do Blog, Matias Manna, faz um trabalho notável de exploração do modelo futebolístico do Barça, desde as camadas jovens, até ao futebol sénior, recorrendo a videos, fotos e texto descritivo, com análises colectivas e individuais.

Passo a transcrever o email:

"Hola!

Estoy pensando en realizar trabajos sobre diferentes equipos que se pueden enmarcar al paradigma guardiola. Uno de ellos es el Benfica. Tu tienes videos, de cómo presiona al rival, sobre todo como sale jugando con David Luiz en la defensa, como abre el campo, que ejercicios de entrenamiento realiza su entrenador y demás."

Uma vez GB não dispõe deste tipo de informação, este gostaria de lançar o repto a quem disponha desta informação ou forma de a obter que contactem para o email do blog geracaobenfica@gmail.com ou através da caixa de comentários deste tópico.

| edit post


O Liverpool venceu esta noite os espanhóis do At. Madrid por 2-1 (após prolongamento), em jogo a contar para a 2ª Mão das Meias-Finais da Liga Europa, disputado no Estádio Anfield Road, em Inglaterra.

Apesar da vitória, os "reds" acabam por ser eliminados, devido ao golo sofrido em casa, marcado por Diego Forlán, aos 103 minutos de jogo.

Durante os 90 minutos regulamentares, Aquilani marcou o único tento, empatando a eliminatória, que só viria a ficar resolvida na meia-hora suplementar.

No prolongamento, Banayoun ainda levou os adeptos "encarnados" à loucura, depois de marcar o 2-0, mas 8 minutos depois, Forlán (que já tinha marcado no encontro da 1ª Mão) desfaz o sonho do Liverpool e "carimba" a passagem para a Final da competição, que irá ser disputada a 12 de Maio, no Hsh Nordbank Arena, em Hamburgo (Alemanha).

Uma última nota, para referir que esta será a primeira final europeia de Simão Sabrosa, que aos 30 anos vê assim cumprido um dos seus grandes sonhos de criança.


Ficha do Jogo:

Estádio: Anfield Road, em Liverpool.

Árbitro: Terje Hauge (Noruega)


LIVERPOOL - Pepe Reina; Mascherano, Steve Carragher, Agger e Johnson; Benayoun, Aquilani, Lucas e Steven Gerrard; Babel e Dirk Kuyt.

Jogaram Ainda: El Zhar, Deggen e Pacheco

Suplentes não utilizados: Cavalieri, Kyrgiakos, Ayala e Ngog.


AT. MADRID - De Gea; Valera, Dominguez, Lopez e Perea; Paulo Assunção, Raul Garcia, José António Reyes e Simão Sabrosa; Kun Aguero e Diego Forlan.

Jogaram Ainda: Jurado, Sálvio e Camacho

Suplentes não utilizados: Ansejo, Ujfalusi, Cabrera e Juanito


Acção Disciplinar: Cartão Amarelo a Steven Gerrard (43'), Aquilani (51'), Paulo Assunção (52'), Valera (67'), Steve Carragher (82'), Diego Forlán (103') e Dominguez (104').

Procuramos colaborador(es)

Publicada por Futebol 0 golos

O Futebol "O desporto rei" continua em busca de novos colaboradores, sendo que este anuncio é para preencher uma vaga muito específica, a rubrica Jovens Promessas. Estamos a recrutar um colaborador, que semanalmente possa fazer a mesma.

Assim sendo, se houver alguém interessado, pode entrar em contacto para reidesportivo@gmail.com ou no MSN, em reidesportivo@hotmail.com.

Liga Europa: Fulham vence Hamburgo (2-1) e garante primeira final europeia

Publicada por Futebol quinta-feira, 29 de abril de 2010 0 golos



Depois do empate a zero, no jogo da 1ª mão, na Alemanha, o Fulham venceu o Hamburgo, por 2-1, garantindo assim a sua primeira final europeia, onde irá defrontar o Atlético de Madrid.

A primeira ocasião de golo pertenceu ao Fulham. Decorridos 3m de jogo, Bobby Zamora aparece em boa situação para marcar, mas o guarda-redes do Hamburgo, Frank Rost, impediu o golo dos ingleses. Aos poucos o Hamburgo começou a aparecer no jogo, controlando a posse de bola e ao minuto 22, Mladen Petrić iria colocar os alemães na frente do marcador, após excelente cobrança de um livre directo. Ainda na 1ª parte, Jonathan Pitroipa perdeu nova oportunidade para o Hamburgo, estavam então decorridos 39 m.

Já na 2ª parte e obrigado a marcar dois golos, para poder assim seguir em frente, rumo à final, o Fulham entrou disposto a inverter a eleminatória, começando a aparecer com perigo junto da baliza alemã, que apostava em defender a magra vantagem. Aos 70m e após já ter ameaçado, o Fulham marcou mesmo, por intermédio de Simon Davies, após excelente trabalho individual sobre um defesa contrário, destaque também para o grande passe de Danny Murphy. Com a moral em alta e com o apoio do seu público, o Fulham foi em busca da vitória e volvidos 6m iria marcar novamente. Na sequência de um pontapé de canto, a bola sobrou para Gera, este rodou e rematou para o fundo da baliza de Frank Rost, estava feito o 2-1, resultado que não viria a sofrer alterações.

Com esta vitória, o Fulham garante presença na final da Liga Europa, a 12 de Maio, na Alemanha, mais precisamente no estádio Hsh Nordbank Arena, palco do seu adversário de hoje. Para terminar, destaque para os adversários que o Fulham eliminou, até garantir a presença na final: Shaktar, Juventus, Wolfsburgo e Hamburgo.

5-0, 4-0, 5-2 quantas vezes vemos estes resultados numa só jornada? Foram estes os números das vitórias do Benfica, Braga e Porto respectivamente. Se poucos acreditam que o Benfica deixe escapar o título e que o Porto chegue ao lugar de acesso a Liga dos Campeões fica, no entanto, a incerteza de como e quando isso vais acontecer.

O jogo grande do próximo fim-de-semana tem a particularidade de poder ver o Benfica sagrar-se campeão, mas mais que isso, em casa do grande rival, diria quase inimigo. Para o Porto qualquer resultado terá um sabor amargo. Um empate ou uma derrota deixam-no afastado do segundo lugar e a ver o Benfica ganhar o título, mas mesmo a vitória, dependendo do resultado do Braga, o vai deixar ou afastado da Champions ou, mais uma vez, a ver o Benfica comemorar em sua casa. Pergunto-me qual será para os portistas o mal menor?

Temos que destacar os dois primeiros classificados. O Benfica por ter feito uma época fantástica que nem mesmo todas as polémicas podem tirar mérito. Um futebol vistoso, de ataque e muito eficaz, quase sem rival por essa Europa fora. O Braga por ser à partida um candidato pouco provável ao lugar que ocupa neste momento, mas que lutou (e continua a lutar) com bravura e também ele merecidamente colherá os frutos desse trabalho.

Faltam duas jornadas e nada está completamente definido, mas curiosamente tudo parece estar quase decidido, falta apenas confirmar com que números. Não haverá seguramente quem aposte num Braga campeão ou no Porto em segundo. No fundo da tabela o Belenenses já está condenado à descida e o Leixões também não deve escapar. Se o jogo com o Olhanense pode trazer esperanças o último jogo com o Sporting parece arrumar a questão. Mas o futebol é cheio de surpresas e, como se costuma dizer, “até ao lavar dos cestos é vindima“, ficamos a aguardar.

A outra luta interessante ficou também ensombrada pelo que passou na última jornada. Refiro-me à luta pelo título de melhor marcador. Falcão marca 2 e Cardozo marca 3, até aqui tudo fantástico. Mas a expulsão de Falcão levanta muitas dúvidas e ainda mais suspeitas. Eu prefiro não acreditar que seja uma artimanha. Prefiro acreditar, para bem do futebol, que foi uma decisão feita de plena consciência e sem segundos interesses. Mas a polémica está aí e cada um vê as coisas da cor clubística que mais gosta.

Como último destaque deixo aqui classificação da selecção portuguesa no ranking da Fifa. Um terceiro lugar que muito sinceramente não compreendo e que nos traz ainda mais responsabilidade para o Mundial da África do Sul. Fico contente mas cauteloso quanto ao futuro, a ver vamos.



...seguiu-se novo banho, este no verdadeiro sentido da palavra, isto enquanto os "nerazurri" festejavam... Lamentável o comportamento do Barcelona, e não foi só ontem...

| edit post

Em vésperas de um dos jogos mais importantes da época, o FC Porto vs Benfica (jogo a acompanhar em directo aqui no blog), lançamos mais uma sondagem:

O Benfica irá sagrar-se campeão já este fim-de-semana?

Sim, claro. Até porque o empate é suficiente.

O FC porto vai vencer e adiar a festa.

FC Porto e Rio Ave podem estragar os planos e tornar o Sp. Braga campeão.

Podem votar na barra lateral direita do blog.

Poder Portista

Publicada por Futebol 0 golos

O que eu faria (Capítulo II)


Na Crónica da semana passada abordei o tema do futuro da equipa Portista. Os Dragões, se quiserem voltar a repor a Justiça no Futebol Português, terão de promover uma enorme alteração no Plantel (e não só) mantendo a Mística e a Vontade de Vencer que caracteriza todas as Equipas do Futebol Clube do Porto.


A minha análise começou por um sector muito delicado e ingrato. A Baliza é com toda a certeza o sector que é mais difícil de se organizar e de se reforçar, dado que quando o Guarda-redes falha é uma “besta” e quando este defende tudo ninguém se lembra dele. Assim não há jogador que resista nem Direcção que consiga fazer seja o que for pelo seu Clube. Mas como há que tomar decisões, eu mantinha Helton, Beto e promoveria um Jovem da Formação Portista para o por a “rodar” e assim tentar formar um futuro Guardião Português.


Dito e analisado o que faria quanto á Baliza Portista, eis que teria como próxima prioridade uma possível remodelação da Defesa. Digo possível porque se há sector que o FC Porto reforçou muito bem, nesta época que está a terminar, foi a Defesa, pois Maicon e Nuno André Coelho são dois Centrais jovens (21 e 24 anos respectivamente) e com uma enorme margem de progressão. Maicon é um Central alto, que joga bem de cabeça e que tem um tempo de desarme excepcional e Nuno Ande Coelho, apesar de ter sido “queimado” pelo Professor em Londres (coisa que já é habito em Jesualdo no que toca ao lançamento de Jovens da Formação Portista), não deixa de ser um “Clone” perfeito do enorme Ricardo Carvalho.


O grande problema destes dois jovens Atletas, ou melhor, os dois grandes “problemas” são Bruno Alves e Rolando… Bruno Alves é o Verdadeiro Capitão do Futebol Clube do Porto e é o símbolo máximo da equipa Portista da actualidade, pois é este quem “carrega” a Mística do Dragão, para além de que o Capitão sente a Camisola Azul e Branca como nenhum outro do plantel e se aliarmos isto á sua qualidade como Central que rivaliza com a dos Melhores do Mundo temos aqui a explicação para que Maicon e Nuno A. Coelho não tenham conseguido alcançar a titularidade. E claro que Rolando é também um grande culpado desta passagem para segundo plano de Maicon e Companhia, dado que este Cabo-verdiano que se naturalizou Português, é de uma qualidade impressionante e o seu sentido posicional faz com que este seja um autêntico Muro Defensivo por onde quase nenhum Avançado consegue passar.


Portanto, no que diz respeito aos Centrais eu sigo a máxima de “se mexer estraga” e faria tudo e mais alguma coisa para manter o Capitão Bruno Alves para que a Mística Portista se mantenha nos anos que se seguem. Quanto a Rolando, tendo em consideração que o Dragão vende os seus Activos por um Preço muito elevado e com sucesso e que Rolando é um Central de muita qualidade, venderia o Passe deste Jogador e traria Maicon ou Nuno André Coelho á titularidade da Defesa Central Portista, dando assim continuidade á formação de Jovens promessas do Futebol “Tuga” ou rentabilizando o negócio Maicon.


Quanto aos Laterais, com toda a certeza que manteria Álvaro Pereira, se bem que este é um Jogador de qualidade muito mediana mas Addy ainda não mostrou ser uma alternativa ao Uruguaio, uma vez que só fez um único Jogo Oficial. E se for bem trabalhado, o Álvaro poderá dar um lucro muito bom no futuro quando o Porto decidir vender o seu Passe. No que diz respeito a Fucile, apesar de eu ser um grande admirador das suas qualidades e polivalência, procuraria vender este Jogador e desta feita fazer um bom encaixe financeiro com a sua Venda e com a redução da massa salarial que neste momento é elevadíssima no que diz respeito aos Jogadores. Apostaria muito e bem em Miguel Lopes para segurar o lado direito da Defesa Azul e Branca e desta feita “ressuscitaria” o saudoso Paulo Ferreira, sendo que para suplente do Miguel Lopes iria buscar um jovem da Formação, dando assim, mais uma vez, continuidade e utilidade ao Dragon Force.



Crónica semanal escrita pelo bloguer The Blue One,
no âmbito da parceria em vigor com o Blog A Mística Azul e Branca.

Liga dos Campeões: Mourinho está na final

Publicada por Futebol quarta-feira, 28 de abril de 2010 2 golos



Depois da vitória por 3-1, no jogo da 1ª mão, o Inter, de José Mourinho, perdeu esta noite em Camp Nou, frente ao Barcelona, por 1-0, derrota que não impede o treinador de português de estar na final da Liga dos Campeões pela 2ª vez. O golo de Piqué, aos 84m, foi assim insuficiente para anular a vantagem dos "nerazurri".

Esperava-se um grande jogo, com o Barcelona a tentar anular a vantagem do Inter e com a equipa italiana a sair em rápidas transições ofensivas, mas a expulsão de Thiago Motta logo aos 28m, fez com que o jogo tivesse um sentido único, a baliza de Júlio César.

Ainda assim, mesmo com o Inter reduzido a dez elementos, na primeira parte o Barcelona apenas criou um lance de perigo, num remate de fora de área de Messi aos 34m, mas o guardião brasileiro do Inter fez uma defesa magistral.

Na 2ª parte e até aos 80m, mais do mesmo, o Barcelona tentava chegar ao golo, mas o Inter defendia de forma compacta, revelando um grande sentido colectivo.
Em desvantagem na eleminatória, Pep Guardiola fez avançar Piqué para a frente de ataque e o central espanhol marcou mesmo, após grande passe do inevitável Xavi, a que Piqué respondeu com grande trabalho individual e bateu Júlio César. Contudo o lance deixa muitas dúvidas, o que diz respeito à posição (regular ou não) de Piqué. Um minuto antes do golo, o Barcelona já tinha ameaçado, num centro de Messi, que Bojan cabeceou ao lado.
Já em cima do final do jogo, Bojan coloca a bola na baliza do Inter, mas o lance já tinha sido anulado. O árbitro já tinha apitado por mão de Touré.

A história repete-se, o campeão em título não vence por duas vezes consecutivas a Liga dos Campeões. Já o Inter, está na final 38 anos depois.

José Mourinho está justamente na final da prova, onde irá defrontar o Bayern de Mounique, em Espanha, no Santiago de Bernabéu.

Transferências e rumores

Publicada por Futebol 0 golos

Benfica

Depois de ter garantido Franco Jara e Fábio Faria, o Benfica parece ter já assegurado o terceiro reforço para a próxima temporada, é ele Gaitán, jogador há muito observado pelos encarnados. Actualmente com 22 anos, Gaitán é um médio que actua no Boca Juniors e é tido como uma das mais recentes revelações do futebol argentino. Como principais qualidades, destaque para a sua velocidade, aliando também boa qualidade técnica.

Sporting

Em Alvalade, os "leões" continuam a estudar o mercado, tendo em vista o reforço do plantel para a próxima época e neste conteúdo o nome de Domagoj Vida parece ganhar alguma força. Actualmente com 20 anos, o jogador do NK Osijek e da selecção de sub-21 croata, tem contrato até 2011, pelo que uma eventual saída para o Sporting seria encarada pelo clube croata com bons olhos, uma vez que na próxima época corre o risco de ver o defesa que também pode actuar como médio, sair a custo zero.

O Pleno

Em vésperas de Clássico, não poderia ser outro o tema. O Benfica xPorto do próximo fim-de-semana.


Para começar, ver um potencial jogo do título marcado para as 20.15 de um Domingo é, no mínimo, de muito mau gosto. É absolutamente contra-natura quando se pretende tornar o futebol num negócio, capaz de gerar dinheiro e receitas extraordinárias.


Basicamente, a Liga para servir os interesses de um dos clubes derrotados, limitou-se a penalizar toda uma legião de benfiquistas que anseia pelo festejo do título.


Quando falo em "pleno" para este tópico, tal diz obviamente respeito à necessidade de GANHAR no Estádio do Dragão. Não que seja essencial para o título, dado que o empate é suficiente, mas depois da vitória na Luz sobre o Sporting e Porto...falta apenas (mais uma) demonstração de qualidade para quebrar o que se tornou um mito jornalístico: O Benfica não ganha no Dragão.


O que espero de Jorge Jesus, mais do que a conversa do título - da qual considero que tem sido muito hábil a fugir - é que apresente no Sábado um discurso absolutamente positivo, dominador e ambicioso. Não chega jogar, não chega de todo empatar e pode até nem chegar ganhar...é preciso mostrar no Dragão porque somos primeiros.


Não dando ao FCPorto e aos jogos do Dragão maior importância que aquela que efectivamente tem - 3 pontos - todos sabemos que nos últimos anos (pelos motivos corruptos que conhecemos) a rivalidade entre um clube indissociavelmente regional e um clube de dimensão supra-nacional cresceu de forma muito efectiva.


Ganhar ao FCPorto não é, de todo, ganhar o campeonato, como para os sportinguistas o é ganhar ao Benfica, mesmo que o clube deles fique em último... mas desde que ganhem ao Benfica, está tudo bem.


Mas estando em primeiro, ir ao Estádio do Dragão impor o nosso jogo, a dimensão do nosso futebol e efectivar com o resultado aquilo que é visível na classificação é, efectivamente, algo que constitui o pleno do título.


Tudo isto perde sentido se, como em outras épocas, a vitória de pouco servir. Mas quando se está em primeiro... é absolutamente crítico poder estar no Dragão e MOSTRAR porque estamos em primeiro... porque vencemos na regularidade... e no confronto directo.


Por tudo isto, na próxima segunda-feira estarei de férias para que me seja possível ter todo o tempo do Mundo para celebrar o 32º título de Campeão Nacional pelo SLBenfica. Não haverá Liga de Clubes ou adversários que me impeçam, pois estou absolutamente convicto que, no Dragão, não quereremos apenas ser campeões ou, jogar apenas mais um jogo, mas sim ir à casa do rival mostrar a nossa dimensão... a dimensão das nossas vitórias.


VIVA O BENFICA



Crónica semanal do blog GeraçãoBenfica para o Futebol "O Desporto rei"


O Bayern de Munique venceu esta noite os franceses do Lyon por 3-0, em jogo a contar para a 2ª Mão das Meias-Finais da Liga dos Campeões, disputado no Estádio De Gerland, em França.

Com este resultado, os bávaros apuram-se para a Final da competição, em Madrid, onde irão encontrar o vencedor da eliminatória entre o Barcelona e o Inter de Milão, que jogam amanhã no Camp Nou.

O "herói" da partida desta noite foi o croata Ivica Olic, que apesar de ter partido a cabeça por duas ocasiões, teve "arte e engenho" para marcar um "hat-trick", que acabou com o sonho da equipa de Lisandro Lopes e Aly Cissohko.

Os "comandados" de Van Gaal já tinham vencido na 1ª Mão (1-0) e o golo inaugural de Olic acabou com a formação francesa, que se limitou a deixar correr o tempo, não acreditando que poderia marcar 3 golos em "apenas" 64 minutos.

Jogando em contra-ataque, e sem qualquer oposição, a equipa bávara ainda marcou mais 2 tentos, por intermédio do talentoso avançado croata, "selando" assim um justo apuramento para a Final de 22 de Maio, em Madrid (Espanha).

Liga dos Campeões: José Mourinho diz que a sua equipa "vai jogar futebol e não entrar numa guerra"

Publicada por João Miguel Pereira terça-feira, 27 de abril de 2010 1 golos

O treinador do Inter de Milão, José Mourinho, esteve esta manhã na sala de imprensa do Estádio Giusseppe Meaza, em San Siro, para fazer a antevisão do encontro de amanhã com o Barcelona, a contar para a 2ª Mão das Meias-Finais da Liga dos Campeões.

O técnico português começou por dizer que a sua equipa"não está nervosa, pois vai jogar futebol e não entrar numa guerra" .

Mais à frente, Mourinho adverte que "quando ainda não se tem os objectivos consumados, todos os jogos são importantes, sejam com o Barcelona para a Liga dos Campeões, ou com a Lazio para a Lega Calcio".

O treinador luso disse ainda que "o Inter tem responsabilidades nesta prova, mas ganhá-la não é uma obsessão", acrescentando também que "se o Barcelona quiser ser campeão europeu no Estádio do rival Real Madrid, vai ter que eliminar o Inter, o que vai ser uma tarefa complicada".

José Mourinho terminou a conferência de imprensa revelando a lista de convocados para o jogo de amanhã, onde se destaca a presença do médio holandês Sneijder, que se encontrava lesionado e em dúvida para o encontro de amanhã com os catalães.

A Comissão Disciplinar (CD) da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) decidiu não castigar Jesualdo Ferreira com qualquer jogo de suspensão, apesar da expulsão do banco de suplentes aos 80' do encontro do passado sábado entre o Vit. Setúbal e o FC Porto.

Desta forma, o treinador poderá orientar os "dragões" no banco de suplentes no jogo diante do Benfica, domingo, a contar para a 29ª Jornada da Liga Sagres.

O órgão disciplinar da LPFP decidiu-se apenas por aplicar uma multa de 150 Euros ao técnico "azul-e-branco" pelos protestos contra o árbitro Pedro Henriques, aquando do cartão amarelo exibido a Falcao, e que o deixa de fora do "clássico" com o FC Porto. Ainda assim, Jesualdo será obrigado a pagar uma multa adicional de 350 Euros por "inobservância de outros deveres".

De resto, no mapa de castigos divulgados pela CD, destaque para os castigos, de um jogo, atribuídos a Filipe Oliveira (Sp. Braga), Pedrinho (Académica), Nuno Silva (Leixões), Diego Gaúcho (U. Leiria), Delson (Olhanense), Radamel Falcao (FC Porto) e Luís Alberto (Nacional).

No que diz respeito a multas devido a "comportamento incorrecto do público", o Sp. Braga terá que pagar 950 Euros, enquanto que o Benfica pagará 1400 Euros e o FC Porto desembolsará 1050 Euros, todos por reincidência na infracção.

Já na Liga Vitalis, Pacheco (Freamunde), João Paulo (Freamunde), Paulo Pina (Carregado), Eduardo (Desp. Chaves), Ricardo Rocha (Desp. Chaves), Tiago Valente (Desp. Aves), André Carvalhas (Fátima) e Gonzalo (Portimonense) são punidos com uma partida de suspensão.

Texto: RR/Bola Branca

Por cá tudo na mesma. O Sp. Braga realizou uma grande exibição, goleando a Naval 1º de Maio (4-0), na deslocação à Figueira da Foz. Os minhotos continuam assim na luta pelo título.

Já o Sporting, tal como nos tem habituado esta época, voltou a escorregar e desperdiçou assim a oportunidade de garantir já esta jornada o quarto lugar . Os "leões" empataram na deslocação a Leiria (1-1), muito por culpa da falta de eficácia dos seus jogadores, que tiveram diversas oportunidades para levar de vencida a U. Leiria.

Num jogo onde estava em disputa a manutenção no escalão maior, a Académica foi a Matosinhos vencer o Leixões, por 3-1, garantindo assim a permanência, já a equipa da casa dificilmente conseguirá figurar na próxima edição da Liga Sagres.

No jogo realizado ontem, o V. Guimarães venceu o Belenenses, por 2-0, sentenciando assim o destino dos lisboetas (despromoção), já os vimaranenses continuam na luta pelo 4º lugar, ainda que este seja um sonho difícil de se realizar. De qualquer forma, bom trabalho de Paulo Sérgio, que apanhou o Vit.Guimarães na cauda da classificação.

Já hoje, o Nacional, a jogar em casa, não foi além de um empate a zero diante do Paços de Ferreira, complicando assim as contas no que diz respeito à luta pelo quinto lugar, uma vez que a duas jornadas do fim estão a três pontos do V. Guimarães.

Clique (Link 1 e Link 2) para ver os jogos realizados no Sábado e aqui para ver a classificação da Liga Sagres.

Equipa da Semana 16/2010

Publicada por António Fonseca segunda-feira, 26 de abril de 2010 0 golos

Inter de Milão. Era inevitável. A equipa de José Mourinho, que era uma das poucas repetentes neste título de equipas da semana, conquistou esta semana o lugar que lhe faltava - precisamente, o primeiro. Para isso, não valeu apenas a semana mal conseguida por muitos emblemas mundiais, nem tão pouco a falta de compromissos em quantidade para fazer sobressair outros.
Na verdade, foi a vitória por 3-1 sobre o campeão europeu e maior favorito à conquista do mesmo troféu nesta época - o Barcelona -, que por si quase assegurou um lugar no nosso pódio. O que carimbou essa garantia, e também projectou a equipa de "il speciale", foi a repetição do resultado neste domingo perante a Atalanta, também em San Ciro. Milito marcou em ambos os jogos, e agora não só os "nerazurri" ficam mais próximo da final de Madrid, como voltam ao topo da Serie A a três jornadas do fim, e o sonho de vencer tudo novamente no horizonte.

Se era incontornável o primeiro lugar do pódio desta semana, os outros dois foram bem mais "disputados", chamemos-lhe assim. Em campeonatos menores houveram alguns motivos de referência, como por exemplo o Partizan de Belgrado, Hajduk Split, o CSKA Sofia ou o Racing Avellaneda. Contudo, duas destacaram-se mais, e a primeira delas foi o tantas vezes espezinhado ao longo desta época Atlético de Madrid, que bateu o Liverpool por 1-0 e assim ficou um pouco mais perto da final da Liga Europa, depois batendo, para consumo interno, o Tenerife por 3-1 (Salvio bisou) e assim se posicionando melhor na metade da tabela da Liga Espanhola. Foi uma boa semana para os "colchoneros", que não se deverá repetir tão cedo (?).

Finalmente, e deixamos para o lugar mais baixo de destaque entre os destacados da semana, o Aston Villa. Mas devemos acrescentar que isto não pode ser um mero destaque. Há que ler nas entrelinhas, e a verdade é que a dupla vitória na semana para a Premier League da equipa de Martin O'Neill (0-2 no Hull City, e 1-0 ao Birmingham), com Milner a converter dois penalties (um em cada jogo), deixam estes "villans" à espreita do último lugar de acesso à Champions, em luta desenfreada com Tottenham, Man City e Liverpool, a duas jornadas do fim, e com jogos entre alguns deles pelo meio.

O final de época e vésperas de Mundial promete, na maioria do espaço europeu de futebol, com vários campeonatos a estarem muito renhidos à entrada para as derradeiras jornadas. Inglaterra, Itália, Espanha, Holanda, Republica Checa, Alemanha, Sérvia, Suiça, Turquia e Ucrânia são bons exemplos do que será emoção até ao apito final da temporada. Sem dúvida a não perder, por parte daqueles que apreciam estes momentos altos.



O Benfica venceu esta noite o Olhanense por 5-0, em jogo a contar para a 28ª Jornada da Liga Sagres, disputado no Estádio da Luz, em Lisboa.

Após esta vitória, a equipa "encarnada" fica apenas a um ponto da conquista do tão ambicionado título, ou seja, basta-lhe um empate (ou então um empate do Sp. Braga, algo que pode acontecer já amanhã) para fazer a "grande festa" pela 32ª vez na sua história.

Crónica do Jogo:

Num Estádio da Luz completamente lotado, o Benfica entrou em campo disposto a dar mais um passo de gigante rumo ao título de campeão português.

Previa-se um jogo complicado para o conjunto "encarnado", pois a Olhanense é a 3ª melhor equipa da Liga nos jogos fora-de-casa, mas Delson resolveu fazer duas autênticas asneiras e ajudou o adversário a "descomplicar" a tarefa.

Aos 3 minutos, o brasileiro da formação algarvia corta um lance, completamente inofensivo, com a mão, em plena grande área. Lucílio Baptista viu e assinalou a respectiva grande penalidade, mostrando o cartão amarelo ao jogador sul-americano. Na marcação do castigo máximo, o paraguaio Óscar Cardozo não falhou e atirou a "redondinha" para o fundo da baliza de Bruno Veríssimo, que ainda adivinhou o lado por onde a bola ia entrar, mas nada pôde fazer, perante a força que o esférico levava.

Pouco depois, o mesmo Delson "abalroa" Di Maria e vê pela segunda vez o cartão amarelo, recebendo de imediato ordem de expulsão, deixando a sua equipa a perder no Estádio da Luz e reduzida a 10 elementos.

A vencer e a jogar com mais um jogador, o Benfica aproveitou para carregar no acelerador e ir rapidamente à procura de um resultado, que lhe permitisse gerir com grande à vontade o tempo e o marcador.

Aos 18 minutos, o argentino Angel Di Maria consegue entrar dentro da grande área e, com um "tiro" certeiro, bate pela 2ª vez o guardião do Olhanense.

Com um resultado mais ou menos tranquilo, o Benfica foi à procura do seu 2º grande objectivo, ou seja, ajudar Óscar Cardozo a ganhar o prémio de Melhor Marcador da Liga. Como o portista Falcão tinha bisado na partida com o V. Setúbal, o avançado paraguaio precisava de mais 2 golos para voltar a liderar a classificação do referido prémio.

Porém, Tacuara apresentava-se bastante limitado fisicamente, não tendo o seu instinto goleador completamente afinado. Até ao intervalo não conseguiu bater Bruno Veríssimo e a substituição parecia ser um dado adquirido.

Pura ilusão! O goleador paraguaio surgiu com "outra alma" no início da segunda parte e ajudou o Benfica a partir para mais uma goleada histórica.

Aos 54 minutos, recebeu um passe de letra de Di Maria e, completamente sozinho, rematou para o fundo da baliza algarvia. Pouco depois, a mesma dupla volta a fazer estragos na grande área contrária e Cardozo volta a marcar, colocando em delírio os mais de 65 mil espectadores presentes nas bancadas da "Catedral".

Com ambos os objectivos consumados, o Benfica baixou nitidamente o ritmo, apesar dos adeptos pedirem ininterruptamente "só mais um, só mais um".

Aos 80 minutos, Pablo Aimar lá fez a vontade aos simpatizantes do clube "encarnado", e rematou para o fundo da baliza de Bruno Veríssimo, provocando nova "onda de histeria" no Estádio da Luz.

Pouco depois, a "dupla maravilha" (Di Maria e Cardozo) poderia ter aumentado a goleada, mas o guardião algarvio (com uma excelente defesa) consegue manter o marcador inalterado até ao último apito de Lucílio Baptista.

Amanhã é dia de folga para os lados do Seixal, mas os jogadores encarnados poderão ter que fazer "horas extraordinárias" se o Sp. Braga não vencer na Figueira da Foz, pois certamente que os adeptos não vão perdoar se os jogadores não se juntarem à festa.

O treinador Jorge Jesus até já disse que gostaria de se tornar campeão, mas só depois de um jogo, já que estar calmamente num hotel e a meio da noite ter que sair para festejar um título de campeão pode-se tornar "um pouco aborrecido". São opiniões!


POSITIVO - A exibição da "dupla-maravilha" Di Maria/Cardozo, que ajudou a construir mais uma goleada histórica para o Benfica

NEGATIVO -A expulsão de Delson, que em 8 minutos vê 2 cartões amarelos, prejudicando gravemente a sua equipa, que nunca mais se "encontrou"


Sob arbitragem de Lucílio Baptista (AF Setúbal), no Estádio da Luz, as equipas alinharam com:

BENFICA - Quim; Luisão e David Luiz; Javi García, Rúben Amorim, Ramires, Pablo Aimar e Angel Di María; Fábio Coentrão, Weldon e Óscar Cardozo.

OLHANENSE - Bruno Veríssimo; Lionn, Miguel Ângelo e Carlos Fernandes; Castro e Ukra; Rui Baião, Delson, Djalmir, Anselmo e Greg Nwokolo



O F.C. Porto venceu esta noite o V. Setúbal por 5-2, em jogo a contar para a 28ª Jornada da Liga Sagres, disputado no Estádio do Bonfim, na cidade do Sado.

A partida ficou marcada por um lance de Falcão, que gerou bastante polémica. Aparentemente não há nada de ilegal, mas o árbitro decide exibir ao jogador colombiano o 5º cartão amarelo, que o impede de defrontar o Benfica já na próxima jornada.

Crónica do Jogo:

Com o objectivo de ainda atingir o 2º lugar, e o consequente apuramento para a pré-Eliminatória da Liga dos Campeões, o F.C. Porto entrou em campo disposto a resolver a questão o mais rapidamente possível.

Com Hulk e Falcão em destaque, os "azuis e brancos" chegaram rapidamente ao golo, marcado pelo colombiano quando o relógio marcava 13 minutos.

Em vantagem no marcador a equipa nortenha "entrega" o domínio do jogo ao adversário, que revela muitas dificuldade para "alvejar" a baliza de Beto.

Perante o desacerto sadino, o F.C. Porto volta a marcar por intermédio do brasileiro Maicon, já bastante perto do tempo de descanso.

Ao intervalo, a vantagem dos "azuis e brancos" era justíssima, pois tinha sido (claramente) a melhor equipa em campo durante os primeiros 45 minutos.

Porém, a segunda parte foi totalmente diferente, graças a uma nova atitude da equipa sadina e a uma alteração operada pelo técnico Manuel Fernandes, que modificou o cariz do jogo.

Com a entrada do médio Bruno Ribeiro para o lugar do defesa Rúben Lima, o V. Setúbal passou a controlar melhor os lances no meio-campo e a libertar mais o avançado Henrique, que até aí tinha estado bastante "preso" entre os centrais portistas.

Aos 51 minutos, Henrique reduz para 1-2, lançando a festa e a esperança nas bancadas dos adeptos da equipa setubalense, que procura desesperadamente uma vitória para poder assegurar matematicamente a manutenção.

Com a ansiedade à flor da pele, os sadinos lançam-se no ataque e em apenas 6 minutos passam da alegria ao desespero, pois em contra-ataque, Guarin faz o 1-3 e "acaba" praticamente com a história do encontro.

Após a marcação do terceiro golo portista, o V. Setúbal resolve "atirar a toalha ao chão" e Fernando Belluschi aproveita para marcar mais um golo, aumentando o resultado para 1-4, deixando os adeptos sadinos completamente desesperados.

Aos 79 minutos, acontece o tal lance polémico de Falcão, que acaba por "incendiar" a partida, pois, alegadamente, o avançado colombiano não faz nada que lhe valesse um cartão amarelo. A mesma opinião tem Jesualdo Ferreira que, de cabeça perdida, entra no relvado tentando agredir o árbitro Pedro Henriques, sendo de imediato agarrado por alguns elementos do "staff" técnico "azul e branco". A atitude irreflectida do treinador portista valeu-lhe a expulsão, e o consequente castigo pode-o retirar do "banco de suplentes" até ao final desta edição da Liga Sagres.

Depois de toda esta confusão, a partida arrastou-se até ao final, mas Henrique (V. Setúbal) e Falcão (F.C. Porto) ainda tiveram tempo de dar outra expressão ao marcador.


Com esta vitória, a equipa portista fica a apenas 2 pontos do Sp. Braga, mas os bracarenses só amanhã é que cumprem o seu desafio referente à 28ª Jornada, podendo voltar a ficar com uma "confortável" vantagem de 5 pontos.


POSITIVO - Os 7 golos do encontro e o número de espectadores presentes nas bancadas do anfiteatro sadino

NEGATIVO - A confusão a que se assistiu depois de Falcão ter levado o cartão amarelo, alegadamente de forma injusta



Ficha do Jogo:

Estádio: Bonfim, em Setúbal

Árbitro: Pedro Henriques (AF Lisboa)


V. SETÚBAL - Nuno Santos; André Pinto, Collin, Ricardo Silva, Ney e Ruben Lima; Sandro e Neca; Kazmierczak, Helder Barbosa e Henrique

Jogaram Ainda: Bruno Ribeiro, Rui Fonte e Marc Zoro

Suplentes não utilizados: Matos, Zarabi, Paulo Regula e Luís Carlos


F.C. PORTO - Beto; Jorge Fucile, Rolando, Maicon e Álvaro Pereira; Fernando, Guarín, Raul Meireles e Fernando Belluschi; Hulk e Falcao

Jogaram Ainda: Miguel Lopes, Tomás Costa e Valeri

Suplentes não utilizados: Nuno, Nuno André Coelho e Orlando Sá e Ernesto Fárias


Disciplina: Cartão Amarelo a Álvaro Pereira (61') e Falcão (79')

CR9 decisivo na vitória frente ao Saragoça (2-1)

Publicada por Futebol sábado, 24 de abril de 2010 2 golos



Depois do Barcelona ter vencido esta tarde o Xerez (3-1), o Real Madrid não podia "vacilar", para continuar na perseguição aos catalães e a verdade é que não o fez. O internacional português, Cristiano Ronaldo, foi decisivo no triunfo dos "merengues" frente ao Saragoça, por 1-2, em jogo da 34ª jornada da liga espanhola.

Depois de uma primeira parte fraca, com uma única ocasião de golo para os "merengues", os segundos quarenta e cinco minutos iriam abrir com o golo de Raul (50m), ele que tinha substituído Van der Vaart por lesão (15m), mas no minuto seguinte após inaugurar o marcador, o avançado espanhol também iria dar o lugar a Benzema, também devido a lesão. Logo de seguida o Saragoça iria ficar reduzido a dez elementos, por expulsão de Contini (agressão a Higuain). Ainda assim, a equipa da casa iria empatar a partida, aos 61m, por Colunga. O empate não servia os interesses do Real, que foi em busca da vitória e depois de Sérgio Ramos rematar à barra aos 67m, Kaká desfez a igualdade volvidos 15m. No regresso do brasileiro aos relvados, após lesão, Cristiano Ronaldo fez a assistência para Kaká marcar o golo que iria confirmar três preciosos pontos para os "merengues".

Após esta vitória, o Real mantém-se a apenas um ponto de diferença do líder, Barcelona.

Resultados da 34ª jornada:

Sábado:

Barcelona - Xerez 3 - 1
Jeffren (14), Henry (24), Ibrahimovic (56); Bermejo (25)

Valência – Dep. Corunha (mais tarde)

Domingo:

Sporting Gijon - Valladolid (domingo)
Racing Santander - Villarreal (domingo)
Almeria - Espanhol (domingo)
Maiorca - Málaga (domingo)
At. Madrid - Tenerife (domingo)
Getafe – Sevilha (domingo)

Segunda-feria:

Osasuna – At. Bilbau

Inter vence e pressiona Roma

Publicada por Futebol 0 golos



Num jogo em que Mourinho fez descansar vários jogadores, o Inter, a jogar em casa, venceu o Atalanta, por 3-1, em jogo da 35ª jornada da Serie A.

Começou melhor a Atalanta, que marcou logo aos 5m, por Simone Tiribocchi, aproveitando um erro de Materazzi. Pouco depois, nova oportunidade para os forasteiros, novamente por Tiribocchi, mas a bola passou ao lado do poste. O Inter reagiu e aos 24m iria empatar pelo inevitável Milito, após passe de Sneijder, que isolou o avançado argentino e este faz uma chapelada ao guardião contrário. Os "nerazurri" estavam bem no jogo, criando boas oportunidades para passar para a frente do marcador e aos 35m marcaram mesmo. Sneijder lança Muntari, este cruza para Mariga confirmar a reviravolta no marcador (2-1). Até ao intervalo o Inter podia mesmo ter feito mais um ou dois golos, mas a falta de eficácea fez com que o resultado não sofresse alterações.
A 2ª parte foi bem mais tranquila, mas com Inter a controlar as operações e depois de algumas jogadas de perigo, iria mesmo sentenciar a partida aos 75m, num remate de Chivu de fora da área. O internacional português, Ricardo Quaresma, foi suplente não utilizado.

Com esta vitória, o Inter está novamente na liderança, ainda que à condição, à espera do que a AS Roma faça amanhã, diante da Sampdoria.



O Manchester United recebeu e venceu o Tottenham, por 3-1, em jogo da 36ª jornada da Premier League.

O internacional português, Nani, foi um dos obreiros da vitória dos "red devils", que se adiantaram no marcador já no decorrer da 2ª parte, estavam então decorridos 58m. O golo nasceu de uma grande penalidade, a castigar um derrube sobre Evra, após boa jogada de ataque do Manchester United. Giggs chamado a converter o castigo máximo não perdoou e inaugurou o marcador para os "red devils". Volvidos 10m, o Tottenham iria reestabelecer a igualdade, por intermédio de Ledley King, na sequência de um pontapé de canto. À passagem do minuto 81, Nani concluí com êxito uma boa jogada de ataque do Manchester, picando a bola por cima de Gomes. Pouco depois o internacional português voltou a estar em destaque, ao ser derrubado dentro de área dos "spurs". Giggs chamado a converter voltou a marcar, bisando na partida e assinando o seu 4º golo no campeonato.

Com esta vitória o Manchester ultrapassa o Chelsea na classificação, somando mais dois pontos que os "blues", que jogam amanhã frente ao Stoke City.

Outros resultados da jornada 36:

Sábado:
Bolton-Portsmouth, 2-2
(Klasnic, 26m; Davies, 28m) (Aruna Dindane, 54m e 68m)
Hull City-Sunderland, 0-1
(Bent, 7m)
West Ham-Wigan, 3-2
(Ilan, 31m; Kovac, 45m; Scott Parker, 77m) (Spector, pb, 4m; Rodallega, 52m)
Wolverhampton-Blackburn Rovers, 1-1
(Ebanks-Blake, 81m) (Nelsen, 28m)
Arsenal-Manchester City, 0-0

Domingo:

Aston Villa-Birmingham
Burnley-Liverpool
Everton-Fulham
Chelsea-Stoke City

O FC Porto venceu em Setúbal, por 5-2. Marcadores: 0-1, por Falcao (14); 0-2, por Maicon (41); 1-2, por Henrique (50); 1-3, por Guarín (57); 1-4, por Belluschi (71); 2-4, por Henrique (90+1); 2-5, por Falcao (90+5).

Liga Europa: At. Madrid vence Liverpool por 1-0 com golo do uruguaio Diego Forlán

Publicada por João Miguel Pereira sexta-feira, 23 de abril de 2010 0 golos


O At. Madrid venceu, esta noite, os ingleses do Liverpool por 1-0, em jogo a contar para a 1ª Mão das Meias-Finais da Liga Europa, disputado no Estádio Vicente Calderón, na capital espanhola.

O único golo do encontro foi marcado pelo avançado uruguaio Diego Forlán, aos 9 minutos, aproveitando uma falha da defensiva inglesa.

Apesar de não poder contar com Kun Aguero, o At. Madrid realizou uma excelente ecibição e o resultado final peca por escasso, pois os "colchoneros" criaram várias oportunidades para dilatar a vantagem.

Os lances mais perigosos dos espanhóis saíram dos pés de Forlán e Simão, que foram sempre bem servidos pelo "inesgotável" José António Reyes.


Já o Liverpool apresentou-se em Madrid ultra-defensivo, tentando segurar de todas as formas e feitios o nulo. No entanto, o golo sofrido logo aos 9 minutos, deitou por terra a estratégia de Rafa Benítez, que não teve capacidade para "inventar" rapidamente um Plano B, dando as rédeas do jogo ao At. Madrid, que agradeceu o "brinde" e geriu, completamente à vontade, os primeiros 45 minutos.

Ainda assim, a meio do primeira parte, a equipa inglesa marca um golo, que é mal anulado pelo árbitro, pois Benayoun não se encontra em fora-de-jogo na altura do remate de Dirk Kuyt.

O Liverpool melhorou um pouco na segunda metade, mas a ausência de Fernando Torres na frente de ataque, deixou a formação britânica completamente à deriva, sem encontrar qualquer solução para bater a (surpreendente) forte defensiva espanhola.


Apesar da derrota a equipa inglesa continua a ser a grande favorita a passar à Final desta grandiosa competição, pois em Anfield Road, os "reds" costumam ser "letais", conseguindo eliminar, nesta edição da Liga Europa, os franceses do Lens e o Benfica, depois de complicadas derrotas fora de casa.


Sob arbitragem do francês Laurent Duhamel, no Estádio Vicente Calderón, as equipas alinharam com:

AT. MADRID - David de Gea; António Lopez, Tomas Ujfalusi, Luís Perea e Álvaro Dominguez; Paulo Assunção, José António Reyes, Raul Garcia, José Manuel Jurado e Simão Sabrosa; Diego Forlan.

LIVERPOOL - Pepe Reina; Glen Johnson, Jamie Carragher, Lucas e Daniel Agger; Javier Mascherano, Sotiris Kyrgiakos, Yossi Benayoun e Steven Gerrard; Dirk Kuyt e David Ngog.

Liga Europa: Nulo no Hamburgo-Fulham

Publicada por Futebol quinta-feira, 22 de abril de 2010 0 golos



O Hamburgo, a jogar em casa, não foi além de um empate a zero, frente ao Fulham, em jogo das meias-finais da Liga Europa.

A equipa alemã, que "corre" atrás do sonho de estar presente na final a realizar-se no seu estádio (Hsh Nordbank Arena), foi a única a procurar a vitória, tendo conseguir criar algumas ocasiões para marcar, mas em grande parte das ocasiões, esbarrou em Mark Schwarzer, que se exibiu em bom nível. O guardião australiano foi a grande figura do Fulham, que se apresentou na Alemanha bem organizado e com a intenção de não perder, beneficiando então, da boa exibião do seu guarda-redes. Não pela quantidade de intervenções, mas sim pela qualidade das mesmas.

Dia 29 de Abril, em Craven Cottage, Londres, realiza-se o jogo da 2ª mão, que ditará quem estará presente na final da prova.

Apesar de ter regressado esta quinta-feira aos treinos, depois de mais um período ausente devidamente autorizado pela SAD, o avançado francês Sinama-Pongolle não jogará mais na presente época.

A medida foi anunciada em comunicado divulgado pelo clube de Alvalade, surgindo para «manifestar a compreensão pela situação difícil que o jogador enfrenta».

Eis o comunicado:

1 - O jogador regressou hoje aos treinos mas, atendendo aos factores já conhecidos e ao seu estado psicológico, o Sporting assume que o atleta não jogará mais esta época;

2 - Atendendo à especificidade do problema familiar que está a viver, o Sporting entende e aceita que o jogador possa ter de se ausentar por curtos períodos de tempo e tudo fará para o ajudar a ultrapassar da melhor forma esta situação;

3 - O jogador segue um programa de treino individualizado e específico, com vista à manutenção da sua condição física e preparação da próxima temporada.

Imagem e texto: A BOLA

Poder Portista

Publicada por Futebol 2 golos

O que eu faria (Capítulo I)

O Futebol Clube do Porto disse, definitivamente, adeus ao PentaCampeonato. Nada que os Portistas não estivessem á espera devido á má temporada que o Dragão está a fazer. Agora há que pensar no futuro para que este seja risonho e para que o Clube Azul e Branco volte a colocar Justiça no Quadro dos Campeões de Futebol de Portugal.

Mais importante do que andar a falar em Túneis e no que de mau se passou nesta Temporada, é olhar em frente e decidir o que fazer para melhorar este nosso Porto. Então, o que eu faria, se fosse o Presidente do Futebol Clube do Porto, para poder voltar a colocar o FC Porto na mó de cima?

Começaria por analisar o Plantel e tentar colmatar as lacunas que este tem nalguns sectores. Olhemos então para a baliza Portista onde, neste momento, figuram dois excelentes Guarda-redes e um de péssima qualidade que só traz problemas á equipa e que se auto intitulou de Capitão para não o mandarem para a “Reforma” mais cedo.

Helton tem estado muito bem nesta temporada que está quase a terminar e, que me lembre, nunca comprometeu na Baliza Portista quer nos jogos grandes quer nos de menor importância e até defendeu Grandes Penalidades que deram 3 preciosos pontos ao FC Porto. Parece que finalmente o Brasileiro perdeu aquela sua “mania” de se enervar nos Jogos Grandes e, desta forma, já não deixa mal os seus Colegas e Adeptos. Se dependesse de mim, apesar de Helton já ter 31 anos, mantinha o “GoleiroBrazuca na equipa que, para além do que foi exposto atrás, ainda tem o condão de unir o Balneário com a sua alegria e boa disposição.

Mas esta subida de rendimento de Helton, ou melhor, este seu retorno aos bons tempos do Helton recém-chegado de Leiria, tem uma justificação. Justificação esta que dá pelo nome de Beto, antigo Guarda-redes do Leixões. Beto ao serviço da equipa de Matosinhos fez uma época fora de série, tendo até mesmo ajudado a eliminar o Benfica da Taça de Portugal e deu muita força ao sonho Leixonense de regressar á Europa do futebol. Esta Temporada, ao serviço dos Dragões, apesar de ser o Guarda-redes nº 2 da equipa Portista, tem respondido muito bem aos imensos desafios que lhe tem aparecido pela frente, e se o Porto está na final da Taça de Portugal é muito por culpa deste Jogador que fez uma série de defesas espectaculares no Restelo ante o Belenenses. O único defeito de Beto é o seu tamanho, mas este compensa a sua baixa estatura com uma segurança entre os Postes e fora deles impressionante, o que faz deste o meu preferido para ser o dono da Baliza da equipa de todos nós no Mundial. È portanto um jogador a manter para mais tarde suceder a Helton.

Quanto a Nuno, que é o 3º Guarda-redes do FC Porto e que se auto-intitulou de Capitão do Futebol Clube do Porto, é, a meu ver, o Jogador a dispensar no que diz respeito a esta posição. Com 36 anos não vejo em Nuno uma peça vital para o Dragão e muito menos o consigo ver como o Comandante de uma equipa, pois se não joga como pode capitanear os seus colegas. Na minha opinião este nunca foi um grande Guarda-redes, tendo atingido o seu ponto alto nos Jogos Olímpicos de Atlanta (Estado Unidos), onde brilhou ao serviço da Selecção Portuguesa de Sub. 23, mas depois nunca conseguiu impor-se pelos clubes por onde passou como foi o caso do Deportivo, FC Porto, Dínamo de Moscovo e Desportivo das Aves. Inclusive ao serviço dos Dragões, Nuno “entregou” a Taça de Portugal e a Taça da Liga aos Encarnados com “frangos” monumentais. No lugar de Nuno eu colocaria um Jovem da Formação Portista, para que este rodasse na Intercalar e pudesse fazer algumas partidas das primeiras Eliminatórias da Taça de Portugal ao serviço do Clube Azul e Branco, dando assim utilidade ao Projecto Dragon Force e tentaria, desta forma, preparar o futuro da Baliza Azul e Branca.

Crónica semanal escrita pelo bloguer The Blue One, no âmbito da parceria em vigor com o Blog A Mística Azul e Branca.

Liga dos Campeões: Bayern de Munique vence Lyon por 1-0 com golo do holandês Arjen Robben

Publicada por João Miguel Pereira quarta-feira, 21 de abril de 2010 0 golos



O Bayern de Munique venceu esta noite os franceses do Lyon por 1-0, em jogo a contar para a 1ª Mão das Meias-Finais da Liga dos Campeões, disputado no Estádio Allianz Arena, na capital da Baviera (Alemanha).

O único golo da partida foi marcado aos 69 minutos pelo holandês Arjen Robben, que alegadamente ainda terá contado com um subtil desvio de Mueller. As imagens não são esclarecedoras, mas é visível que a bola começa a descrever uma trajectória diferente depois de passar pelo alemão do Bayern. No entanto, no site oficial da UEFA o golo é atribuído ao avançado holandês, não fazendo qualquer referência a Mueller.

A partida ficou ainda marcada pelas expulsões dos intranquilos Ribéry (vermelho directo) e Toulalan (dois amarelos em apenas 3 minutos).

O jogador do Bayern recebeu ordem de expulsão depois de ter pisado (de forma violenta) o tornozelo do ex-portista Lisandro Lopez. Já o defesa do Lyon foi expulso depois de ver 2 cartões amarelos por duas faltas escusadas, ou seja, por ter cometido infracções em jogadas onde a baliza dos franceses não se encontrava em perigo.

Após este resultado, a equipa bávara entra em vantagem no jogo da próxima semana em Lyon (França), que vai decidir quem será o primeiro finalista da edição 2009/2010 da Liga dos Campeões, a prova futebolística mais importante do Velho Continente.


Sob arbitragem do italiano Roberto Rosetti, no Allianz Arena (Alemanha), as equipas alinharam com:

BAYERN MUNIQUE - Butt; Lahm, Van Buyten, Demichelis e Contento; Schweinsteiger e Ribéry; Pranjic, Mueller, Robben e Olic

LYON - Lloris; Reveillere, Cris, Toulalan e Ally Cissokho; Gonalons, Kallstrom, Ederson e Lisandro Lopez; Pjanic e Delgado

Ao contrário da grande maioria do "Tribunal de Alvalade" fiquei extremamente agradado com a decisão de Bettencourt e Costinha, ao contratar Paulo Sérgio.

Não queria nenhum estrangeiro super conceituado que recebesse um grande ordenado e chegasse a Portugal não percebendo grande coisa do futebol português, como é costume. Com a contratação de um português temos a garantia que vem alguém que conhece o nosso futebol.

Há que realçar as características que fazem de Paulo Sérgio um treinador que muito aprecio: nunca desiludiu em nenhum dos clubes por onde passou, conseguindo ir a uma final da Taça de Portugal com o modesto Paços de Ferreira e um orgulhoso 5ºlugar com o Guimarães (pegando na equipa a meio da época depois de um início desastroso); joga futebol de ataque sem medo de nenhum adversário, ao mesmo tempo consegue ser muito bom tacticamente estudando muito bem as equipas contrárias; tem uma personalidade fortíssima sendo sempre directo e disciplinador quando é preciso; e tem ainda uma característica muito útil ao Sporting, chama-se ambição.

A mim já me convenceu há muito tempo, é só dar-lhe uns meses e também convencerá o "Tribunal de Alvalade".

A "Barbie dos Blues"

Publicada por Futebol 3 golos

Zahia Dehar, conhecida como a "Barbie dos Blues", é por estes dias, uma das mulheres mais em foco na imprensa, em causa está o alegado escândalo de prostituição e pedofilia que envolve jogadores da selecção francesa.

Em entrevista ao jornal "Le Monde", Zahia Dehar revelou ter se encontrado com Ribéry em 2009 na cidade de Munique depois de receber um convite especial do jogador. Em relação a Benzema, Zahia confirmou ter conhecido e se relacionado com o avançado do Real Madrid, quando tinha somente 16 anos. Por último, Govou, do Lyon, ter-se-ia encontrado com Zahia no mesmo ano.

O caso segue sob investigação policial em França e pode gerar uma pena de um a três anos de prisão, podendo os jogadores serem afastados do Campeonato do Mundo, na África do Sul.

Imagem: Le Monde

A Oferta Pública de Subscrição (OPS) relativa à emissão de obrigações da SAD "encarnada" permite um encaixe de 40 milhões de Euros e garante liquidez suficiente para segurar os principais activos da equipa de futebol em 2010/2011.

A Oferta Pública de Subscrição (OPS) relativa à emissão de obrigações Benfica SAD 2013 foi um sucesso. Os resultados finais da oferta foram anunciados esta tarde, com a procura a superar em 3,5 vezes, superior à oferta.

O Benfica encaixa 40 milhões de Euros, um valor que permite à SAD "encarnada" liquidez para segurar no mercado os seus principais jogadores.

De resto, o Benfica já anunciou durante a apresentação dos resultados da oferta, esta tarde, na EuroNext Lisboa, que só vende os seus principais jogadores pelos valores estabelecidos, nas cláusulas de rescisão.

"A estratégia é não vender. Só se alguém bater as cláusulas de rescisão ou as propostas forem irrecusáveis", esclareceu Domingo Soares de Oliveira, administrador-executivo da SAD do Benfica, à margem da sessão de apresentação dos resultados, esta tarde.

Recorde-se que, entre os jogadores mais cobiçados, Cardozo tem uma cláusula de 60 milhões, a de David Luiz cifra-se nos 50, a de Di Maria nos 40, e a de Javi Garcia, Saviola e Ramires, em 30 milhões.

Texto: RR/Bola Branca

O Benfica continua desLIGAdo.

Já dizia o outro "à mulher de césar não basta ser séria, é preciso parecer".

O Benfica tem, aparentemente, sérias dificuldades em assumir-se como uma estrutura organizada para ter um papel catalisador do da regeneração do futebol nacional.

As escutas são divulgadas, especialmente até na BenficaTV... e o Benfica, calado. O Governo faz uma fantochada com o estatuto de Utilidade Publica da FPF... e o Benfica, calado. O FCPorto avança para as movimentações de controlo da Liga... e o Benfica, calado. Os jogadores do SLBenfica andam fora da selecção... e o Benfica, calado. Etc. etc. etc.

Os adeptos do Benfica podem até dividir-se entre os que gostariam que o Benfica DOMINASSE o futebol português e os que pretendem que o Benfica lidere a regeneração do futebol português. Eu prefiro claramente a segunda opção, dado que o desde que o futebol nacional seja justo e honesto, o domínio do SLBenfica (NO CAMPO) será necessariamente uma consequência.

Assim, quando a alguns interessa não levantar grandes confusões e deixar passar "no barulho das luzes" o posicionamento de algumas pedras basilares na Liga e FPF (incluindo a CD e o CJ respectivos), o Benfica continua alegremente entretido a falar de títulos, a expor o Rui Costa e a falar de potenciais não-vendas, como se fossemos capazes de dominar o mercado dos Euros.

Engraçado como, a propósito deste último tema, o Presidente vem a terreiro falar de forma imperativa que não aceita qualquer oferta, que na volta nem vende jogadores e que o mercado vai ter que jogar com as nossas regras, etc. etc. etc... mas depois, no que diz respeito ao nosso futebol nacional, escuda-mo-nos atrás do silêncio e limita-mo-nos a deixar que tudo aconteça a bel-prazer de quem tem dominado o futebol nacional e pretende que assim continue.

O SLBenfica tem que entender de uma vez por todas que nunca poderemos ter uma estratégia sustentada, enquanto entregarmos de mão aberta, o domínio do futebol nacional a pessoas que pretendem de todas as formas afastar o Benfica dos centros de decisão, de modo a que possam ser exercidas acções nublosas (aka corruptas) para manter o Benfica sob domínio.

Essas pessoas que pretendem tomar conta do futebol nacional, fazem-no há mais de 30 anos e com os resultados que todos conhecemos. E têm planos bem objectivos para dar continuidade a esse movimento.

Para já, o que interessa é que não haja grandes ondas no futebol nacional, pode até parecer excessivo, mas até interessa que o Benfica seja campeão para que se desviem todas as atenções para tal. No entretanto...

De acordo com uma notícia do DN (vale o que vale), "FC Porto, Braga e Nacional, que apoia o seu líder Rui Alves, são dos poucos clubes que não estão dispostos a votar no economista".

A mim ninguém me tira da cabeça que a candidatura de Rui Alves e de Fernando Gomes estão ambas orquestradas entre si. Rui Alves está para Sistema, como Mário Soares esteve para as presidênciais. Ou seja, na minha opinião o Sistema pretendeu lançar Rui Alves para dissimular a
posição de Fernando Gomes junto dos "clubes alinhados" (Braga e FCPorto), ao mesmo tempo que estes incentivavam os "clubes submissos" a alinhar nesse mesmo caminho.

Basta pensarem um bocadinho. Em Portugal só há três tipos de Clubes:

» O Benfica
» Os Clubes Alinhados (FCPorto e o parceiro volante que é lançado para complicar as contas ao Benfica - Já foi o Boavista, Nacional, o Guimarães e agora é o Braga).
» Os Clubes Submissos (que sobrevivem às custas das malas de dinheiro e empréstimos de jogadores, a troco do alinhamento com as decisões dos "Clubes Alinhados" e favorecimentos no campo)

Ora, sabendo nós que clubes como Académica, Setúbal, Marítimo, Naval, Olhanense, etc nunca votariam favoravelmente a uma lista que não recolhesse o agrado de Pinto da Costa e, por consequência, todo o sistema que envolve ainda Madaíl e Oliveira, é fácil de entender que estamos perante um esquema muito bem montado.

Cronologia dos factos:
» Fernando Gomes é um "histórico" das Antas, um homem da confiança de Pinto da Costa e, de atleta a dirigente, ocupa vários cargos no FCPorto;
» Fernando Gomes é apanhado nas escutas do Apito Dourado com António Araújo;
» Fernando Gomes estabelece, no tempo, uma relação de amizade com a SAD do Benfica através de Domingos Soares Oliveira;
» Fernando Gomes simula uma saída litigiosa com a SAD do FCPorto, alegadamente em desacordo com a política de investimentos financeiros, ainda que seja um dos administradores mais bem pagos;
» Fernando Gomes, após um período de silêncio, aparece para... Se candidatar à Liga de Clubes. De Pinto da Costa, ao invés do normal sarcasmo ou critica, recebe... o silêncio e uma pseudo insignificância;
» Luis Filipe Vieira afirma em entrevista que considera Fernando Gomes "pessoa de grande valor";
» Rui Alves apresenta a sua candidatura, sem quaisquer apoios e recebe de Pinto da Costa fartos elogios em entrevista ao Jornal da Madeira.
» Começam a aparecer as noticias de que Fernando Gomes reúne o apoio de todos os clubes (incluindo o Benfica), com destaque apenas para a ausência de apoio de Braga, FCPorto e Nacional.

Volto a recordar que é absolutamente impensável a hipótese esses "Clubes Submissos" votarem favoravelmente a uma lista que não recolhesse o agrado de Pinto da Costa, pois isso colocaria em causa a continuidade de um conjunto de situações que lhes vão permitindo sobreviver e manter-se nas divisões de futebol profissional.

Posto isto, parece-me muitíssimo provável que o SLBenfica esteja a cair na armadilha do Sistema caso opte efectivamente por apoiar Fernando Gomes que estará agora estrategicamente distanciado do Sistema e de Pinto da Costa, apenas para garantir a eleição e posteriormente fará o que tem que ser feito: BENEFICIAR OS CLUBES ALINHADOS E OS CLUBES SUBMISSOS!

Agora pensem nas próximas 4 épocas, tantas quanto duram os novos mandatos para a Liga e FPF (que também vai ter eleições):

» Liga » Controlada!
» FPF » Controlada! (Com isso... Arbitragem e Disciplina » Controladas!)
» Luta pelo título: FCPorto
» Champions: Intromissão nas lutas dos lugares cimeiros » Braga e Nacional

Ora, é tão fácil entender que o que está por detrás do fantoche do Rui Alves é garantir-lhe o acesso às provas europeias de forma sustentada e constante para assim aumentar o orçamento e lhe permitir contratar mais jogadores do Fundo Giorgio/Salvadinho.

Portanto, para os próximos quatro anos temos o FCPorto a ser levado ao colo para os títulos e o Braga e Nacional a garantirem, também levados ao colo, que o Benfica não volta a tocar na Champions.

DEIXEMO-NOS ANDAR! Ao fim ao cabo contentamo-nos com pouco e este campeonato já vai alimentar muito benfiquista durante mais uns 5 ou 6 anos... e assim vamos andando, cantando e rindo.

Coloquem-se no lugar dos "homens do Sistema"! Quantos de vós não prefeririam que o Benfica fosse mesmo campeão este ano, para assim deixar os benfiquistas entreterem-se com o título enquanto é montado um plano digno de ser chamado de "Cavalo de Troia do Sistema"????

Desportivamente confio a 100% na actual estrutura liderada por Jorge Jesus (há factores de melhoria, mas onde não há?). Mas pergunta que deixo é... o que aconteceria, a titulo nacional, se tivéssemos arte e engenho para combater estas "falcatruas de secretaria"?

Eu digo-vos, FCPorto, Braga e Nacional seriam reduzidos aquilo que realmente são: Clubes de expressão regional.

Crónica semanal do blog GeraçãoBenfica para o Futebol "O Desporto rei"

| edit post

ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS:

ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS:
Adiciona-nos e ajuda-nos a divulgar um projecto que pretendemos retomar em breve.

Followers

Parcerias:

Parcerias:
A Mística Azul e Branca traz-nos o "Poder Portista".

A Norte de Alvalade traz-nos "De Leão ao peito".

O Blog Geração Benfica traz-nos "Benfica by GB".