Pesquisar neste blogue:

Contador de Visitas:

Web stats powered by www.clubstat.com

Outros pontos de visita:

Ocorreu um erro neste dispositivo

Temas e Assuntos:

Arquivo do blogue

Colaboradores do blog:

-» Futebol

-» T Nogueira

-» Nuno Texas

-» António Fonseca

-» João Miguel Pereira

-» Marcelo Santos

-» Guilherme Pannain

-» Geração Benfica

-» Tiago Ferreira

-» Livre Directo

-» Bruno Miguel Espalha

And the winner is......Jorge Mendes!

Publicada por António Fonseca quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Segundo reza a história, Jorge Mendes foi um fracasso como jogador. Tinha na altura vinte e poucos anos, a não restou opção senão terminar a carreira e abrir alguns bares e nightclubs, juntamente com uma loja de aluguer de vídeos. E terá sido mesmo num bar em Guimarães que Mendes conheceu Nuno, jogador do qual se tornou agente em 1996, intermediando de seguida a sua transferência do Vitória para o Deportivo da Corunha. (in Wikipedia)
Depois, foi atraindo mais jogadores, como Jorge Andrade e Hugo Viana, tendo este último se transformado no seu primeiro real grande negócio internacional (12 milhões libras, do Sporting para o Newcastle).
Costinha, do Nacional (na altura na 2ª Divisão B) até ao Mónaco, foi uma longa e dura prova de resistência pois não vingou nem à experiência em Madrid.

Mas aquela que é a apoteótica história de Mendes começa com Mourinho, no Verão quente de 2004. Conseguiu suplantar Jorge Baidek (que já o conhecia desde o União de Leiria), orientando a carreira do "special one" para Standord Bridge em vez de Anfield Road como Baidek anunciava.
Também José Veiga ficou pelo caminho no célebre episódio do aeroporto.
E agenciar Mourinho foi o início do que sabemos, e vemos.
O talento de Mou na gestão de equipas fez com que Ricardo Carvalho, Paulo Ferreira, Tiago, Morais (400 mil €, ao Penafiel) e Maniche, jogadores sempre questionáveis, o acompanhassem para Londres em negócios que valeram muito dinheiro a Mendes, custaram ao Chelsea, e que certamente poucos estariam à espera de assistir, quanto mais com os valores envolvidos.
O FC Porto, nesse ano, também não deixou de "ajudar" Mendes, com Luis Fabiano e Thiago Silva a conhecerem a porta de entrada para a Europa, jogadores à altura nas mãos de vários interessados.
Com a importância que o empresário foi adquirindo, não foi de todo estranho o acesso privilegiado que o mesmo adquiriu para estar no hotel da selecção portuguesa no europeu de 2008, à época orientada por Scolari.

Entretando, seguiram-se Pepe para o Real Madrid, Simão para o Atlético, Anderson e Nani para o Man Utd (tendo o último deixando a sua anterior agente Ana Almeida pelo caminho), com Carlos Queiróz a ser determinante nesse "raid".

Apesar das cada vez maiores conexões externas, seja com Pini Zahavi ou com a Creative Artists Agency, os grandes negócios proliferam dentro da "carteira" de agenciados. Eis aquelas que foram as mais célebres transferências que Mendes intermediou, contabilizando apenas de 2004 até agora:

Em 2004
- Ricardo Carvalho, do FC Porto para o Chelsea, por 30 milhões
- Paulo Ferreira, do FC Porto para o Chelsea, por 20 milhões
- Tiago, do Benfica para o Chelsea, por 12 milhões
- Deco, do FC Porto para o Barcelona por 21 milhões menos Quaresma (6 milhões)

Em 2005
- Tiago, do Chelsea para o Lyon, avaliado em 10 milhões
- Seitaridis, do FC Porto para o Dynamo Moscovo por 10 milhões
- Costinha, do FC Porto para o Dynamo Moscovo por 4 milhões
- Nuno, do FC Porto para o Dynamo Moscovo por 2.5 milhões
- Derlei, do FC Porto para o Dynamo Moscovo por 7.5 milhões

Em 2006
- Hugo Viana, do Newcastle para o Valencia por 2.3 milhões
- Nunes, do Braga para o Mallorca por 2.5 milhões
- Seitaridis, do Dynamo Moscovo para o Atl Madrid por 6 milhões.
- Costinha, do Dynamo Moscovo para o Atl Madrid por 6 milhões

Em 2007
- Pepe, do FC Porto para o Real Madrid, por 30 milhões
- Anderson, do FC Porto para o Man Utd, por 31.5 milhões
- Nani, do Sporting para o Man Utd por 25.5 milhões
- Simão, do Benfica para o Atlético Madrid por 20 milhões
- Manuel Fernandes, do Benfica para o Valencia, por 15 milhões
- Tiago, do Lyon para a Juventus, por 15 milhões
- Hugo Almeida, do FC Porto para o Werder Bremen em definitivo por 4 milhões
- Diego Costa, do Braga para o Atl Madrid por 3.5 milhões
- Pele, do Vitoria para o Inter por 2 milhões
- Jorge Andrade, do Corunha para a Juventus por 13 milhões
- Ricardo Rocha, do Benfica para o Tottenham por 5 milhões

Em 2008
- Scolari, para o Chelsea que rondou os 7 milhões de euros.
- Danny, do Dynamo de Moscovo para o Zenit, por 30 milhões
- Quaresma, do FC Porto para o Inter, por 27.8 milhões menos 6 milhões do Pele
- Geromel, do Vitoria para o Colónia, por 2.5 milhões
- Giovani dos Santos, do Barcelona para o Tottenham por 8 milhões
- Deco, do Barcelona para o Chelsea por 10 milhões

Em 2009:
- Ronaldo para o Real Madrid pela exorbitância dos 94 milhões que sabemos.
- Thiago Silva, do Fluminense para o Milan por 10 milhões
- Ibson, do FC Porto para o Spartak Moscovo por 4 milhões

Mas, 2010, ano de grande crise e de tremenda quebra no volume e montantes dos negócios de transferências, tem-se revelado o oposto e de uma forma absolutamente inacreditável.
- Começou com Mourinho, a sair para o Real por cerca de 14 milhões.
- Logo de seguida, o mesmo amigo Mourinho vai apressadamente buscar Di Maria por 25 milhões.
- Quaresma, do Inter para o Besiktas por 7.3 milhões
- Rafael Marquez desvincula-se do Barcelona, e assina pelo New York Red Bulls, num negócio sem valores mas alegadamente com um contrato fabuloso para o mexicano.
- Miguel Veloso vai para o Génova, num negócio que custou aos italianos 9 milhões
- Diego Souza, passe cedido ao Atlético Mineiro por 3 milhões

Se a conta já ia elevada (60 milhões milhões, à percentagem que só eles sabem), então recomeça a loucura:
- Bruno Alves, 22 milhões, aos 29 anos, para os russos do Zenit. Todos se perguntam se haveria assim tanta gente a chamar por Bruno...?
- Ramires, 22 milhões, para o Chelsea, como intermediário. Este é o tal negócio que meteu Pini Zahavi, Kia Joorabchian, uma coisa difícil de perceber ao certo, e a impossibilidade de em Inglaterra haverem jogadores com passe detido por mais do que uma entidade. Algo que explica muita coisa para além disto (Tevez, Robinho,......) mas isso é uma outra história.
- Ricardo Carvalho, do Chelsea para o Real, por mais 8 milhões.
- Bebé, numa manobra ultra-rápida de mudança de agente, do Vitória para o Man Utd.

E ainda constam no cardápio...
- Carlos Vela, Fábio Coentrão, Daniel Carriço, Duda, Sidnei, Rodrigo Tello, Postiga, Nuno Assis, César Peixoto, Petit, Abel, João Paulo, João Alves, Edinho, Bruno Gama, Ukra, Pizzi, Fábio Faria, Rabiola,.... entre outros de idade mais avançada e menos mediáticos, e um acréscimo semanal de novos jogadores.

O ano de crise está quase a apanhar o ano de ouro (2007).
Jorge Mendes está cada vez mais em jogo, uma parte do jogo, e cada vez mais próximo do estilo do super-agente que foi Zahavi, mas com muito menos polémica à mistura. Já só falta começar a entrar no negócio das compras dos clubes, agora que se aproximou tanto dos russos, de Kia, e das suas influências. Honestamente, já não vejo porque não o possa fazer, dado o poderio financeiro que alcançou, e a lógica de integração que isso daria aos seus negócios.
Infelizmente, Portugal não tem clubes à venda que pudessem ser uma boa alavanca dos seus interesses. Mas, quem sabe?

A grande vantagem é que esta "malha" de conhecimentos e networking tem por base um enorme trabalho na procura e captação de talentos.
Numa competência que não lhe pode ser questionada, a estratégia passa pelo acompanhamento muito próximo de escolas de futebol e equipas jovens. Mas, é no estar junto dos intervenientes certos, e ser tremendamente influente junto deles, que se suporta a verdadeira máquina de fazer dinheiro que é a Gestifute.

Cada um pode tirar as ilações que quiser, e podem ser bastantes e de todo o género. Sejam quais forem, no final é a competitividade do futebol português quem mais vai agradecendo.
E Porto, Benfica, e agora também Sporting, estão livres para trabalhar com o empresário sem constrangimentos.

0 golos

Enviar um comentário

No Futebol "O Desporto Rei" todos os comentários são aceites, desde que os mesmos não contenham qualquer tipo de palavreado não adequado, que impere o respeito e que não sejam com o intuito de fazer apenas e só publicidade. Para este último aspecto, assim como para eventuais trocas de links, façam o favor de nos contactar para o nosso endereço de email (Gmail).

ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS:

ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS:
Adiciona-nos e ajuda-nos a divulgar um projecto que pretendemos retomar em breve.

Followers

Parcerias:

Parcerias:
A Mística Azul e Branca traz-nos o "Poder Portista".

A Norte de Alvalade traz-nos "De Leão ao peito".

O Blog Geração Benfica traz-nos "Benfica by GB".