Pesquisar neste blogue:

Contador de Visitas:

Web stats powered by www.clubstat.com

Outros pontos de visita:

Ocorreu um erro neste dispositivo

Temas e Assuntos:

Arquivo do blogue

Colaboradores do blog:

-» Futebol

-» T Nogueira

-» Nuno Texas

-» António Fonseca

-» João Miguel Pereira

-» Marcelo Santos

-» Guilherme Pannain

-» Geração Benfica

-» Tiago Ferreira

-» Livre Directo

-» Bruno Miguel Espalha

FORÇA PORTUGAL!

Publicada por Tiago Nogueira sábado, 10 de outubro de 2009

Esta noite, frente à Hungria, só a vitória fará Portugal continuar a sonhar com o Mundial e seria ouro sobre azul a Suécia derrapar na Dinamarca. Já não há espaço para muitas contas num contexto em que Portugal se encontra dependente de si e dos outros. É sina nossa, ou pelo menos assim parece, deixemo-nos, pois, de conjecturas, de aritméticas ou de probabilidades, neste tudo ou nada em que caímos temos é de ganhar à Hungria e para isso, como diz Carlos Queiroz, Portugal tem de atacar, atacar e... marcar! O Grupo 1 tem a Dinamarca na frente com 18 pontos e com mais dois jogos por disputar, em casa e frente à Suécia e contra a Hungria, ou seja, os dinamarqueses apenas têm de somar mais dois pontos para conseguirem o apuramento e têm a seu favor o factor casa. A Suécia joga na Dinamarca e tal como Portugal é obrigada a fazer contas e mais contas, se perderem e Portugal ganhar, os suecos ficam com a vida muito complicada e são ultrapassados, passando a equipa das quinas para a segunda posição do grupo!

Mas para quê pensar tanto? Agora, o que vale a Portugal é vencer, somar seis pontos nos dois jogos que lhe faltam disputar e esperar que a sorte esteja do seu lado e não favoreça os suecos, especialmente estes. E se ficarmos em segundo lugar no grupo, lá vem o play-off, em que seremos um dos oito que tudo farão para ir à África do Sul, até lá convém vencer e convencer e começa hoje, às 20h45, no Estádio da Luz, a corrida ao ouro, a corrida do tudo ou nada! Onze provável da nossa selecção: Eduardo, Bosingwa, Ricardo Carvalho, Bruno Alves e Duda; Pedro Mendes, Simão, Raúl Meireles e Deco; Liedson e Ronaldo.

"O meu onze": Eduardo, Bosingwa, Ricardo Carvalho, Bruno Alves e Duda; Miguel Veloso, Raúl Meireles, Ronaldo e Deco; Liedson e Nuno Gomes. Na baliza, só não colocaria Beto, porque este não tem feito qualquer jogo pela sua equipa, enquanto o treinador do Braga tem apostado sempre em Eduardo para defender as redes da sua equipa, se fosse pela qualidade de ambos o titular seria, com certeza, Beto! Nas laterais Bosingwa e Duda, uma vez que estes dois jogadores permitem dar uma profundidade e uma largura importante à nossa selecção e sabendo que a selecção da Hungria não irá a Lisboa para assumir o jogo, estes terão um papel fundamental no que toca ao processo ofensivo e à criação de espaços! Sem Pepe, é óbvio que terá que ser esta a dupla de centrais, acho que já disse quase tudo em análises anteriores sobre estes dois fantásticos centrais, a médio-defensivo o Miguel, pois este já merece uma oportunidade, está a fazer uma boa época pelos leões e está a demonstrar como se deve ocupar de forma extraordinária e racional os espaços, evidenciando um posicionamento excelente.

Como interiores colocaria Ronaldo e Meireles, dado que com Ronaldo situado mais atrás no terreno seria mais fácil para ele explodir e desequilibrar vindo de trás, teria mais espaço, teria mais tempo para pensar e executar, deixaria Liedson onde e como gosta e poderia também dar um equilíbrio táctico à equipa, relembrando um pouco a forma como este defendia no Man.United de Ferguson, falando também do outro médio português e apesar de estar a passar uma fase menos boa, continua a ser a excelência no que ao passe diz respeito, Raúl Meireles é demasiado importante para ser deixado no banco, o seu poder de transição juntamente com o requinte dos seus passes fazem dele cada vez mais titular! Deco a médio-ofensivo no apoio a Nuno Gomes e Liedson, com o levezinho a movimentar-se mais para junto das faixas e com Nuno Gomes a preferir movimentos mais verticais, permitindo assim as nuances tácticas que são importantíssimas num jogo destes, nomeadamente, grandes desequilíbrios através do jogo sem bola e o aparecimento dos médios numa segunda linha para rematar, nesta dupla atacante Liedson seria, claramente, o ponto de maior referência, com o experiente Nuno Gomes a criar espaços com a sua enorme inteligência para o companheiro conseguir finalizar de forma concreta!

0 golos

Enviar um comentário

No Futebol "O Desporto Rei" todos os comentários são aceites, desde que os mesmos não contenham qualquer tipo de palavreado não adequado, que impere o respeito e que não sejam com o intuito de fazer apenas e só publicidade. Para este último aspecto, assim como para eventuais trocas de links, façam o favor de nos contactar para o nosso endereço de email (Gmail).

ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS:

ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS:
Adiciona-nos e ajuda-nos a divulgar um projecto que pretendemos retomar em breve.

Followers

Parcerias:

Parcerias:
A Mística Azul e Branca traz-nos o "Poder Portista".

A Norte de Alvalade traz-nos "De Leão ao peito".

O Blog Geração Benfica traz-nos "Benfica by GB".