Pesquisar neste blogue:

Contador de Visitas:

Web stats powered by www.clubstat.com

Outros pontos de visita:

Ocorreu um erro neste dispositivo

Temas e Assuntos:

Arquivo do blogue

Colaboradores do blog:

-» Futebol

-» T Nogueira

-» Nuno Texas

-» António Fonseca

-» João Miguel Pereira

-» Marcelo Santos

-» Guilherme Pannain

-» Geração Benfica

-» Tiago Ferreira

-» Livre Directo

-» Bruno Miguel Espalha

Valeu mais pela vitória...

Publicada por Tiago Nogueira domingo, 11 de outubro de 2009

Foi muito importante os jogadores terem entrado em campo sabendo da vitória da Dinamarca sobre a Suécia, isso tranquilizou um pouco a Selecção, embora tenha defrontado uma Hungria mais forte do que no primeiro jogo. Nos últimos encontros, era possível observar um Portugal nervoso e ansioso, ontem já não se notou tanto esse medo de errar. O jogo que mais marcou esta fase de apuramento foi o Portugal VS Dinamarca, em que após uma grande exibição, com muitas oportunidades de golo, perdemos por 3-2. Isso fez muita mossa, dado que as críticas aumentaram e Portugal deixou de estar num estado de graça e voltou à calculadora, foram postos em causa os jogadores, falou-se em mudança de treinador... O pessimismo aumentou imenso e a esperança diminuiu, tudo isso criou nervosismo nos jogadores numa fase de transição, com uns a saírem e outros a entrarem, em que era preciso criar uma equipa forte em pouco tempo e com um novo seleccionador, Carlos Queiroz, que se estreou praticamente em competição, ao contrário de Scolari e que demonstrou mais uma vez não ser o que muitos portugueses pensam que ele é, o eterno adjunto!

Ronaldo mostrou espírito de sacrifício e personalidade de campeão, apesar da sua saída precoce do encontro de ontem, ele não se importou de jogar condicionado, correndo o risco de agravar ainda mais a sua lesão, para contribuir e ajudar o seu país, o brilhantismo da selecção parecia ter abalado, até porque o mágico Deco passou totalmente ao lado do jogo. Felizmente, Portugal conseguiu ultrapassar esse problema, com Simão e Pedro Mendes a destacarem-se pela positiva, com o primeiro a brilhar no seu estádio de eleição, marcando dois golos e criando bastantes desequilíbrios não tanto com diagonais, mas sim com movimentos mais verticais, já o segundo juntamente com a sua simplicidade de processos e excelente sentido posicional mostrou ao professor que é uma hipótese para levar muito a sério, até porque com a entrada do Pedro para o onze inicial foi possível encarar melhor a ocupação dos espaços e jogar num "falso losango" com um processo de construção mais organizado partindo de zonas mais recuadas, com Meireles a jogar na sua posição de raiz, admitindo porém que este não fez um grande jogo, e com Simão e Ronaldo (Nani) bem mais junto às alas! Não diria que Pedro Mendes foi uma agradável surpresa, visto que eu já sabia que se tratava de um bom valor e que, num campeonato difícil, trabalhou sempre muito na esperança de voltar a ser chamado à selecção e ontem esteve à altura daquilo que se lhe pedia, muito trabalhador, muito concentrado e foi extremamente importante para manter o equilíbrio desta equipa, que se parte facilmente por ter jogadores muito ofensivos!

Apesar da vitória por três bolas a zero, há várias coisas a melhorar, como por exemplo aprender a abrir equipas que defendem com 11 homens atrás da bola, é também preciso afinar os cruzamentos e agora temos Liedson, que é um fabuloso ponta-de-lança, e Cristiano Ronaldo também aparece bem na área, mesmo a cabecear. O nosso lateral-esquerdo, Duda, é uma adaptação que não me consegue convencer minimamente, é urgente arranjar uma solução, Miguel Veloso ou até mesmo Paulo Ferreira fariam, certamente, muito melhor! Há também que melhorar no último passe, ontem houve demasiados passes errados, e é aí que por vezes se decidem os jogos, além de que as perdas de bola causam maior desgaste porque obrigam a equipa a recuperar defensivamente. A falta de inspiração de Deco foi um dos factores que contribuíram para esse elevado número de passes errados e Portugal precisa ainda de ter maior paciência com a bola, não pode abusar das transições rápidas, resolvendo as jogadas o mais rápido possível, tem de saber controlar o jogo através da posse de bola e “esperar” por aberturas na defesa adversária com uma forte circulação de bola numa zona pressionante! Perante tudo isto, e faltando apenas o jogo com o adversário mais acessível do grupo, estamos muito perto do play-off e, posteriormente, do Mundial na África do Sul, já poucos acreditavam nisto, mas Queiroz e o seu grupo nunca deixaram de acreditar e os frutos dessa crença estão mesmo a chegar!

0 golos

Enviar um comentário

No Futebol "O Desporto Rei" todos os comentários são aceites, desde que os mesmos não contenham qualquer tipo de palavreado não adequado, que impere o respeito e que não sejam com o intuito de fazer apenas e só publicidade. Para este último aspecto, assim como para eventuais trocas de links, façam o favor de nos contactar para o nosso endereço de email (Gmail).

ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS:

ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS:
Adiciona-nos e ajuda-nos a divulgar um projecto que pretendemos retomar em breve.

Followers

Parcerias:

Parcerias:
A Mística Azul e Branca traz-nos o "Poder Portista".

A Norte de Alvalade traz-nos "De Leão ao peito".

O Blog Geração Benfica traz-nos "Benfica by GB".