Pesquisar neste blogue:

Contador de Visitas:

Web stats powered by www.clubstat.com

Outros pontos de visita:

Ocorreu um erro neste dispositivo

Temas e Assuntos:

Arquivo do blogue

Colaboradores do blog:

-» Futebol

-» T Nogueira

-» Nuno Texas

-» António Fonseca

-» João Miguel Pereira

-» Marcelo Santos

-» Guilherme Pannain

-» Geração Benfica

-» Tiago Ferreira

-» Livre Directo

-» Bruno Miguel Espalha

Poder Portista

Publicada por Futebol quarta-feira, 2 de dezembro de 2009


Parece que o relvado tem influência…

Eu não tenho dúvidas de que a maioria dos adeptos é puramente irracional e, daí, age e pensa irreflectidamente. Independentemente das cores clubistas, falta em geral uma percepção real dos múltiplos aspectos que rodeiam um jogo de futebol ou a formação de um plantel, para não falar da iliteracia económica para ler e apreciar os relatórios e contas. Há wuem veja só o resultado e negligencie a exibição, ou porque o jogo não justificou o “score” ou porque o desfecho final não reflectiu a qualidade do jogo, estando amiúde desfasados uma coisa da outra. É assim o futebol e devia ser visto com mais atenção do que uma mediática exposição do Desporto-Rei justifica. Mais conhecimento e menos hipocrisia, tudo pela incapacidade de avaliação real e potencial das forças em presença e dos múltiplos factores que influenciam dentro e fora do campo. Torna-se, de facto, apaixonante, mas o nível global de comentários, continuo a pensar assim, é de uma mediocridade atroz. Ou porque a Imprensa da especialidade não ajuda, ou porque os paineleiros são do pior nível dos mais iletrados adeptos, a verdade é que a cada dia que passa dá-se uma no cravo e outra na ferradura.


Isto a propósito de, surpreendentemente, no rescaldo do dérbi lisbonense, ter-se falado do relvado de Alvalade como justificativo de um fraco jogo globalmente considerado. Alegadamente prejudicou as duas equipas, mas só uma se queixou verdadeiramente e talvez Jorge Jesus quisesse desviar as atenções de mais um jogo menos conseguido do Benfica face a um Sporting transfigurado para muito melhor e com o qual o antes suspeito Carvalhal conseguiu fazer o que o antecessor Paulo Bento não conseguia por óbvias limitações técnicas e até conceptuais no que a argumentos tácticos diz respeito.


Já se usou dois pesos e duas medidas para muita coisa no futebol, do campo disciplinar aos critérios dos árbitros sempre gritantes no assinalar de faltas e punir com cartões. Mas ainda há dias se questionou, com alguma gravidade sem o caso justificar tantas dúvidas, se o FC Porto não devia ter jogado no lamaçal de Oliveira de Azeméis (na foto). Um campo ou alagado sob chuva ou impraticável quando limitado às poças e charcos. Infelizmente, até adeptos portistas achavam que o FC Porto devia sujeitar-se a tal prova, como se o futebol fosse um “trial” para motos ou pista de lodo dos fuzileiros.


Tal a disparidade de observações é anedótica e diz bem do senso geral da mediania e mesmo mediocridade em que se quer manter o futebol. As instituições FPF e Liga lavaram as mãos como Pilatos e o jogo da Taça de Portugal corre o risco de ser jogado no pico do Inverno naquele campo sem condições para o jogo nem conforto para o público. Querer nivelar-se por tão baixo e obrigar uma equipa do topo europeu a visitar um adversário que se considera actuar num “caixote” é revelador da falta de qualidade e critério com que se observa o futebol. Pode ser um jogo do povo e para o povo, mas não descendo ao nível de indigência mental em que pretendem mantê-lo.


Foi, para mim, surpreendente a alusão ao mau relvado de Alvalade. Até porque há relativamente pouco tempo Paulo Bento tinha denunciado o problema que se colocava logo à partida ao Sporting a jogar em casa num piso inadequado para a desejada qualidade que exigem os seus adeptos e desejam os restantes. Como, entretanto, ouvi comentadores até de vários clubes dizer que não se justificara o cancelamento do Oliveirense-FC Porto, não deixo de fazer este reparo, até porque Alvalade continua a ter, apesar de tudo, um relvado minimamente decente. E não foi Carvalhal quem se queixou, pois lá também já tinha estado como treinador de equipas adversárias.


Mas pior do que os relvados – e há muitos anos, mesmo do tempo das Antas, o FC Porto tem o melhor relvado do País --, em que poderia inserir-se o péssimo piso do Jamor estupidamente eleito para palco das finais da Taça de Portugal (precisamente), não havendo decência nem coerência não é possível melhorar o discurso e as apreciações do jogo em Portugal. De resto, são sempre os mesmos a perder, invejando o FC Porto pelo seu sucesso e postura.


Crónica semanal do blog Portistas de Bancada para o Futebol "O desporto rei"

2 golos

  1. Zé Luís Says:
  2. Por um lamentável equívoco este post é originário da colaboração com o blog Portistas de bancada e não do blog referido aqui.

     
  3. Futebol Says:
  4. Desde já peço desculpa aos dois blogues em causa, tal aconteceu porque habitualmente à 4ªf sai a crónica do Benfica e como o Zé Luís me enviou a sua crónica hoje "cedinho" eu "espalhei-me", uma vez que habitualmente a crónica do representante do Benfica sai hoje, isto foi do "hábito"...

    Mais uma vez peço desculpa por este lamentável erro.

     

Enviar um comentário

No Futebol "O Desporto Rei" todos os comentários são aceites, desde que os mesmos não contenham qualquer tipo de palavreado não adequado, que impere o respeito e que não sejam com o intuito de fazer apenas e só publicidade. Para este último aspecto, assim como para eventuais trocas de links, façam o favor de nos contactar para o nosso endereço de email (Gmail).

ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS:

ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS:
Adiciona-nos e ajuda-nos a divulgar um projecto que pretendemos retomar em breve.

Followers

Parcerias:

Parcerias:
A Mística Azul e Branca traz-nos o "Poder Portista".

A Norte de Alvalade traz-nos "De Leão ao peito".

O Blog Geração Benfica traz-nos "Benfica by GB".