Pesquisar neste blogue:

Contador de Visitas:

Web stats powered by www.clubstat.com

Outros pontos de visita:

Ocorreu um erro neste dispositivo

Temas e Assuntos:

Arquivo do blogue

Colaboradores do blog:

-» Futebol

-» T Nogueira

-» Nuno Texas

-» António Fonseca

-» João Miguel Pereira

-» Marcelo Santos

-» Guilherme Pannain

-» Geração Benfica

-» Tiago Ferreira

-» Livre Directo

-» Bruno Miguel Espalha

Poder Portista

Publicada por Futebol quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Roubos de Igreja


Tornou-se uma expressão popularizada, entrou no léxico futebolês mas viu a luz do dia por José Maria Pedroto, o Mestre dos treinadores nacionais que faleceu há 25 anos depois de quebrar as correntes que atazanavam, mentalmente, o futebol portista.


O “roubo de igreja” fala-se em relação aos favorecimentos de arbitragem aos clubes de Lisboa, especialmente ao Benfica. Ainda antes de a Luz ser designada por catedral, o roubo de igreja significava uma situação de flagrante benefício de arbitragens que o FC Porto deixou de calar quando Pedroto voltou ao clube em 1976 para ganhar nessa época a Taça de Portugal e dois campeonatos nos anos seguintes.


É curiosa a coincidência de evocar-se a morte de Pedroto – e não só pela expressão popularizada, porque era um técnico dotado de argúcia táctica e fluência no falar sem esconder nomes e refrear impulsos politicamente correctos após o 25/4/74 – quando o Benfica somou, antes do Natal e na entrada do novo ano, duas vitórias fraudulentas centradas em erros de arbitragem claramente a seu favor e que definiram os resultados com duplo 1-0 ante FC Porto e Nacional, este para a famigerada Taça da Liga que resiste, ainda tão jovem, como a prova dos roubos de igreja pela infame arbitragem de Lucílio Baptista na final da época passada em que o Sporting foi a vítima ocasional.


Essa “Taça Lucílio Baptista” de Março do ano passado, no Algarve, ainda motivou chamarem o patético árbitro sadino a explicar-se perante a TV (SIC). No recente clássico com o Benfica, o FC Porto sofreu um golo precedido de flagrante irregularidade. Mas desta vez ninguém foi chamado a explicar a “nova regra” perante câmaras de televisão. Curiosamente, um ano antes, num Benfica-Nacional marcado pela anulação de um golo bem invalidade ao Benfica, o árbitro Pedro Henriques também apareceu, sabe-se lá picado por qual mosquito, a dar a sua explicação, essa coerente, racional e suportada nas Regras do Jogo, sobre o golo anulado a Cardozo nos últimos instantes.


Agora, ontem aliás, vejo na tv que Lucílio Baptista teve direito a perguntas de circunstância sobre os incidentes no túnel da Luz, o antro profundo da igreja onde se cometem outros crimes pelo visto e ouvido. Não se lembraram, os pés-de-microfone lisbonenses, de lhe perguntarem se reviu o lance do fora-de-jogo de Urreta a passe de Saviola no clássico. Perguntaram-lhe se foi ameaçado por causa do que sucedeu no túnel de acesso aos balneários…


É por estas e por outras que o futebol português cai na imbecilidade informativa e redundante. Para mais, com um arauto aparolado a proclamar a Verdade Desportiva branqueando os roubos sucessivos de arbitragem em favor do Benfica, a saga continua.


Mas era por estas e por outras, com o condicionamento informativo e o espírito de colaboração dos meios de Comunicação Social para com o Benfica naqueles tempos, que Pedroto dizia:


“Não vou à rádio porque de Lisboa estão sempre a cortar a emissão”.


Pedroto, que saudade!


Crónica semanal do blog Portistas de Bancada para o Futebol "O desporto rei"

0 golos

Enviar um comentário

No Futebol "O Desporto Rei" todos os comentários são aceites, desde que os mesmos não contenham qualquer tipo de palavreado não adequado, que impere o respeito e que não sejam com o intuito de fazer apenas e só publicidade. Para este último aspecto, assim como para eventuais trocas de links, façam o favor de nos contactar para o nosso endereço de email (Gmail).

ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS:

ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS:
Adiciona-nos e ajuda-nos a divulgar um projecto que pretendemos retomar em breve.

Followers

Parcerias:

Parcerias:
A Mística Azul e Branca traz-nos o "Poder Portista".

A Norte de Alvalade traz-nos "De Leão ao peito".

O Blog Geração Benfica traz-nos "Benfica by GB".