Pesquisar neste blogue:

Contador de Visitas:

Web stats powered by www.clubstat.com

Outros pontos de visita:

Ocorreu um erro neste dispositivo

Temas e Assuntos:

Arquivo do blogue

Colaboradores do blog:

-» Futebol

-» T Nogueira

-» Nuno Texas

-» António Fonseca

-» João Miguel Pereira

-» Marcelo Santos

-» Guilherme Pannain

-» Geração Benfica

-» Tiago Ferreira

-» Livre Directo

-» Bruno Miguel Espalha

Bruno Alves a capitão

Publicada por Gonçalo Nuno Oliv sexta-feira, 2 de julho de 2010

Bruno Alves deverá substituir Cristiano Ronaldo como capitão da Selecção Nacional já a partir da fase de qualificação para o Euro'2012, que começa a 3 de Setembro, com a recepção a Chipre, em jogo que se irá disputar em Guimarães. O JOGO sabe que o comportamento do craque do Real Madrid durante o Mundial não agradou nada aos responsáveis da Federação, Carlos Queiroz incluído, pelo que se prepara uma alteração no dono da braçadeira da equipa das quinas.

O defesa portista, apesar de não ser um dos futebolistas com mais internacionalizações no grupo, é o preferido devido ao seu forte carácter e personalidade. Todos reconhecem a Bruno Alves uma mentalidade de vencedor e também uma influência positiva sobre os restantes futebolistas. Além disso, é um dos habitual capitães do FC Porto há três épocas - no entanto, só este ano, com a saída de Nuno Espírito Santo do plantel, é que se tornou no primeiro dono da braçadeira dos azuis e brancos.

Na base desta alteração estão as dificuldades de relacionamento de Ronaldo com os diversos elementos ligados à equipa, tanto colegas de equipa como até pessoas do staff técnico e logístico. Além disso, as declarações do número 7 logo após a eliminação frente à Espanha, em que indicava aos jornalistas para pedirem a Carlos Queiroz que explicasse os motivos da derrota de Portugal nos oitavos-de-final da prova que decorre na África do Sul, também caíram muito mal dentro do grupo. O próprio Tiago, ainda na zona mista, admitiu que Ronaldo "não quis falar por estar chateado", mas acrescentou que "se o capitão não fala, falamos nós". E falou mesmo, como quase todos os futebolistas portugueses.

Logo após a "explosão" de Ronaldo na zona mista, que não foi minimizada pelo esclarecimento que o próprio deu ao sítio oficial da Gestifute, empresa que o representa, começaram a chover críticas. O magriço António Simões, que esteve ao lado da equipa na África do Sul, lembrou imediatamente que "um capitão tem responsabilidades acrescidas e sempre que presta declarações tem de ser coerente e consentâneo com o seu estatuto".

Luís Figo, capitão de equipa no último Mundial, também fez questão de lembrar que um verdadeiro líder "deve sempre defender o grupo". "Não me interessa o que o Cristiano Ronaldo faz, interessa-me a imagem da Selecção e aquilo que faz. Obviamente, os meus critérios do que um capitão deve ser podem ser diferentes dos de algumas pessoas, mas um capitão deve sempre defender o grupo. Sobretudo nos momentos mais difíceis, deve sempre dar a cara pelo grupo", sublinhou o expoente máximo da Geração de Ouro do futebol português.


Texto: O JOGO

0 golos

Enviar um comentário

No Futebol "O Desporto Rei" todos os comentários são aceites, desde que os mesmos não contenham qualquer tipo de palavreado não adequado, que impere o respeito e que não sejam com o intuito de fazer apenas e só publicidade. Para este último aspecto, assim como para eventuais trocas de links, façam o favor de nos contactar para o nosso endereço de email (Gmail).

ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS:

ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS:
Adiciona-nos e ajuda-nos a divulgar um projecto que pretendemos retomar em breve.

Followers

Parcerias:

Parcerias:
A Mística Azul e Branca traz-nos o "Poder Portista".

A Norte de Alvalade traz-nos "De Leão ao peito".

O Blog Geração Benfica traz-nos "Benfica by GB".