Pesquisar neste blogue:

Contador de Visitas:

Web stats powered by www.clubstat.com

Outros pontos de visita:

Ocorreu um erro neste dispositivo

Temas e Assuntos:

Arquivo do blogue

Colaboradores do blog:

-» Futebol

-» T Nogueira

-» Nuno Texas

-» António Fonseca

-» João Miguel Pereira

-» Marcelo Santos

-» Guilherme Pannain

-» Geração Benfica

-» Tiago Ferreira

-» Livre Directo

-» Bruno Miguel Espalha

Proposta razoável da FPF fecha ciclo Queiroz

Publicada por Gonçalo Nuno Oliv quinta-feira, 29 de julho de 2010

A decisão está tomada: o futuro da Selecção Nacional não passa por Carlos Queiroz. Agora é só uma questão de saber se o assunto se resolve a bem ou a mal.

A reunião de amanhã na Federação Portuguesa de Futebol (FPF) será uma mera formalidade. Conforme Record ontem noticiou, há unanimidade entre os membros da direcção para pôr termo ao contrato com o actual seleccionador, pelo que a margem de manobra de Queiroz e as hipóteses de ele continuar à frente da Selecção são muito reduzidas para não dizer praticamente nulas.

Rescisão amigável

Gilberto Madaíl vai tentar evitar o litígio com o seleccionador e irá propor a rescisão amigável. Segundo Record apurou, os valores serão generosos, podendo ficar a meio da verba total a que Queiroz teria direito (3,2 milhões de euros). Essa proposta deverá ser aceite pelo seleccionador, convencendo-o assim a assinar a desvinculação. Deste modo se evitará a ida para os tribunais num processo que seguramente se irá arrastar, causando naturais danos às partes.

O presidente da FPF já sabe que se não avançar com uma proposta razoável, o seleccionador estará preparado para o braço-de-ferro jurídico. Neste momento, porém, é intenção de Madaíl e Queiroz evitar tal conflito e fechar o dossiê sem mais polémicas.

Sem apoios

O selecionador, que continua de férias em Moçambique, não encontra apoios não apenas entre os elementos da direcção da FPF mas também na estrutura federativa. É um homem isolado com a sua equipa técnica pelo que este é mais um dos argumentos que empurram Queiroz para fora da federação. No entanto, o insulto dirigido a Luís Horta e transmitido à equipa do controlo antidoping que estava em missão pública é que está na base do despedimento do seleccionador. Após denúncia escrita de dois médicos, o Instituto de Desporto de Portugal abriu o respectivo inquérito, o que obrigou a FPF a actuar disciplinarmente. Para evitar o recurso aos tribunais, Madaíl vai propor a rescisão amigável e Queiroz deverá aceitá-la.

Texto: Record

0 golos

Enviar um comentário

No Futebol "O Desporto Rei" todos os comentários são aceites, desde que os mesmos não contenham qualquer tipo de palavreado não adequado, que impere o respeito e que não sejam com o intuito de fazer apenas e só publicidade. Para este último aspecto, assim como para eventuais trocas de links, façam o favor de nos contactar para o nosso endereço de email (Gmail).

ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS:

ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS:
Adiciona-nos e ajuda-nos a divulgar um projecto que pretendemos retomar em breve.

Followers

Parcerias:

Parcerias:
A Mística Azul e Branca traz-nos o "Poder Portista".

A Norte de Alvalade traz-nos "De Leão ao peito".

O Blog Geração Benfica traz-nos "Benfica by GB".