Pesquisar neste blogue:

Contador de Visitas:

Web stats powered by www.clubstat.com

Outros pontos de visita:

Ocorreu um erro neste dispositivo

Temas e Assuntos:

Arquivo do blogue

Colaboradores do blog:

-» Futebol

-» T Nogueira

-» Nuno Texas

-» António Fonseca

-» João Miguel Pereira

-» Marcelo Santos

-» Guilherme Pannain

-» Geração Benfica

-» Tiago Ferreira

-» Livre Directo

-» Bruno Miguel Espalha

Benfica derrotado na Choupana (2-1)

Publicada por Futebol sábado, 21 de agosto de 2010





O Benfica perdeu esta noite, por 2-1, frente ao Nacional, em jogo realizado no Estádio da Madeira, em jogo da 2ª jornada da Liga Zon Sagres. Os campeões nacionais somam por derrotas os dois jogos até agora realizados, sendo este o pior início de época nos últimos 58 anos.

Uma primeira parte com sinal mais para o Benfica. Os encarnados dominaram os primeiros quarenta e cinco minutos pela posse de bola, perante uma equipa do Nacional que defendeu de forma compacta, tentando tapar os caminhos para a baliza de Bracalli.
Instalado no meio campo insular, o Benfica criou a primeira oportunidade de golo logo à passagem do quarto de hora de jogo, mas Nicolás Gaitán acaba por falhar o golo ao segundo poste, após excelente assistência de Maxi Pereira. Os minutos iam passando e aos poucos o Nacional começava a libertar-se da pressão encarnada, criando duas ocasiões de perigo junto da baliza de Roberto. Primeiro uma saída mal calculada do guarda-redes encarnado, que viu a bola passar-lhe por cima e sair ao lado do poste, depois um bom remate de Orlando Sá que passou por cima da baliza. Seguiu-se então um período de jogo mais dividido a meio campo, mas com ligeiro domínio do Benfica. Perto do final da primeira parte, a equipa comandada por Jorge Jesus aumentou o ritmo de jogo, criando algumas dificuldades ao Nacional e tendo mesmo criado uma grande oportunidade de golo. Saviola, de cabeça, quase marca, após um cruzamento de Gaitán da direita, mas uma enorme defesa de Rafael Bracalli impede o golo do Benfica. O jogo chegava ao intervalo empatado a zero, pertenceram ao Benfica as duas grandes ocasiões de golo dos primeiros quarenta e cinco minutos.

Ao maior domínio do Benfica na primeira parte, respondeu o Nacional com uma excelente início de segundo tempo. Os insulares marcaram mesmo logo nos minutos inicias (50m), na sequência de um livre em jeito de canto mais curto na direita, que terminou com uma cabeçada de Luís Alberto para o fundo das redes de Roberto. O guarda-redes encarnado fica mal na fotografia, uma vez que se deixa antecipar na sua área de jurisdição. Volvidos quinze minutos, o Nacional viria a marcar de novo, desta feita por Orlando Sá, num lance em que a defesa do Benfica esteve francamente mal (Roberto incluído). O Benfica passava então por uma fase difícil no jogo e logo de seguida o Nacional esteve muito de marcar novamente, mas Felipe Lopes falha o golo por pouco. O Benfica respondeu na cobrança de um livre directo de Carlos Martins, a que Bracalli respondeu com grande defesa. O guardião insular, um dos melhores do campeonato, esteve muito seguro durante todo o jogo, "estando lá" quando a sua equipa precisou. Minutos depois do bom remate de Carlos Martins, o Benfica voltou a criar perigo, por David Luiz, mas Bracalli voltou a responder com boa defesa. Já em período de compensação, os encarnados iriam mesmo chegar ao golo, num bom remate de Carlos Martins à entrada de área, desta feita Bracalli nada podia fazer.
Pouco depois o jogo iria terminar, com a vitória do Nacional (2-1), naquela que seria a segunda derrota do Benfica em outros tantos jogos do campeonato.


V. Setúbal empata Sp. Braga

O V. Setúbal empatou a zero este final de tarde, frente ao Sp. Braga, em jogo realizado no Estádio do Bonfim.

Após o embate europeu, Domingos Paciência efectuou algumas alterações no onze titular, ainda assim apresentou uma equipa de inegável qualidade, que durante o jogo demonstrou sempre uma maior tendência ofensiva. Pertenceram aos bracarenses as melhores ocasiões de golo, mas Diego, guardião sadino, esteve em bom plano. A um maior domínio do Sp. Braga, a equipa da casa respondeu com uma boa organização e muita entrega, conseguido aqui e ali criar uma ou outra situação de perigo para a baliza bracarense, mas foi o Sp. Braga quem esteve mais perto da vitória, num jogo de toada morna.

2 golos

  1. Glorioso Says:
  2. Simplesmente irreconhecível o Benfica e o próprio JJ, que por diversas vezes se viu no banco a cair em desespero, em vez de passar uma imagem de tranquilidade para a equipa. Isto claro, se por possível, porque com o Roberto em campo não sei se o é. Veio para ser titular e a diferença que faz é a favor dos adversários. Como pode aind JJ dizer que ele não tem culpas no lance do primeiro golo, triste sina.
    Falta-nos soluções e o que mais me custa é ver que as saídas de Di María e Ramires não foram devdfamente acautelas, quando seria de ver que ambos iriam sair.

     
  3. Felipe Says:
  4. Mesmo a recuperar de lesão, o Quim é que se deve estar a rir a montes nesta altura.

     

Enviar um comentário

No Futebol "O Desporto Rei" todos os comentários são aceites, desde que os mesmos não contenham qualquer tipo de palavreado não adequado, que impere o respeito e que não sejam com o intuito de fazer apenas e só publicidade. Para este último aspecto, assim como para eventuais trocas de links, façam o favor de nos contactar para o nosso endereço de email (Gmail).

ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS:

ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS:
Adiciona-nos e ajuda-nos a divulgar um projecto que pretendemos retomar em breve.

Followers

Parcerias:

Parcerias:
A Mística Azul e Branca traz-nos o "Poder Portista".

A Norte de Alvalade traz-nos "De Leão ao peito".

O Blog Geração Benfica traz-nos "Benfica by GB".