Pesquisar neste blogue:

Contador de Visitas:

Web stats powered by www.clubstat.com

Outros pontos de visita:

Ocorreu um erro neste dispositivo

Temas e Assuntos:

Arquivo do blogue

Colaboradores do blog:

-» Futebol

-» T Nogueira

-» Nuno Texas

-» António Fonseca

-» João Miguel Pereira

-» Marcelo Santos

-» Guilherme Pannain

-» Geração Benfica

-» Tiago Ferreira

-» Livre Directo

-» Bruno Miguel Espalha

Poder Portista

Publicada por Futebol quinta-feira, 1 de abril de 2010

O Pecado Mortal do Professor

O facto de o Futebol Clube do Porto estar quase a perder um Campeonato que lhe poderia dar o Segundo Penta da sua História, e do Futebol Português, tem muitas justificações que começam nas más contratações que o Dragão fez para enfrentar esta Temporada até ao Treinador, passando pelas Decisões dúbias da Liga Portuguesa de Futebol que sempre procuraram prejudicar o FC Porto. Mas existe uma razão que eu apelido de Pecado Mortal do Professor e á qual quase ninguém prestou grande atenção.


O Futebol Moderno segue uma máxima que contraria por completo a Velha Máxima que é seguida por Treinadores como Jesualdo. Hoje em dia o que é importante é a dinâmica da equipa e não o sistema de Jogo que pode ser um 4x4x2 clássico ou até mesmo um 4x1x3x2 ou qualquer outra variante deste sistema A mesma lógica se aplica ao 4x3x3 que é tão apreciado pelo Professor que pode ter muitas variantes; ora com um Triângulo ofensivo no meio campo, ora com transições rápidas, com Pressão sobre os Adversários, etc. Em resumo, hoje em dia a Táctica é pouco importante pois o Segredo está na Dinâmica de Jogo.


È aqui que está o maior Pecado de Jesualdo. Este Treinador, que tanto admira a Velha Escola, prefere que os seus Jogadores fiquem amarrados a um sistema táctico que consiste, basicamente, num 4x3x3 de Transições Rápidas, abdicando de um nº 10 no Meio campo em detrimento de um grande recuperador de bolas e dois nº 8 corpulentos e com uma grande visão de jogo. Com Lucho, Meireles (quando estava em forma) e Fernando as ideias do Mister Jesualdo funcionavam na perfeição. Na frente de ataque havia um Lizandro muito móvel e um Quaresma que traziam imensa velocidade, garra e técnica ao clube Azul e Branco e os adversários tinham de estar sempre com muito cuidado com os perigosos contra ataques do Porto.


Mas Quaresma saiu, Lizandro saiu, Lucho saiu e outros também deixaram a camisola Portista. E esta Temporada de 2009/2010 o FC Porto cometeu um enorme erro… Talvez por vontade do seu Treinador que tem uma admiração pelos Jogadores Argentinos que ainda não consegui perceber e talvez por causa de uma política de contratações por parte da SAD que subestimou o Benfica deste ano e quis, mais uma vez, enriquecer os seus Administradores, e não reforçou o Plantel de forma a tapar o buraco que surgiu com a saída forçada de Lucho.


O Dragão ficou no seu Plantel com um Prediger que veio substituir o Bollati no seu lugar de Bancada no Estádio do Dragão, um Valeri que veio passar férias ao Porto e recuperar da sua grave lesão e com três toscos esforçados como são o caso de Mariano, Guarin e Tomás Costa. Claramente que o Professor Jesualdo deixou de ter Jogadores para jogar no seu sistema de 4x3x3 de Transições Rápidas.


O problema maior é que este seus sistema assentava principalmente na dinâmica de jogo que o fantástico 8 Argentino de alcunha “El Comandante” trazia á equipa durante os jogos, e com a sua saída nenhum dos que ficaram têm categoria para o fazer esquecer… O único que poderia fazer algo de parecido é Castro que foi emprestado ao Olhanense em detrimento dos Jogadores que falei atrás.


Se não tem Jogadores para jogar neste sistema, então porque razão o Professor não experimentou outro? Porque não aplicou o mesmo 4x4x2 que deu bons resultados no Restelo onde a equipa aparecia mais junta e apoiada?


A resposta salta á vista… Por muitas qualidades que Jesualdo tenha, este possui um enorme defeito; que é o de ser Teimoso e não ligar aos conselhos que lhe vão dando e gosta de mostrar que é ele quem sabe e manda. Atentem que foi preciso o Varela lesionar-se com gravidade, Rodriguez estar sempre lesionado e o Hulk ter sido submetido à palhaçada mediática a que foi sujeito pelos Incompetentes Dirigentes da Liga Portuguesa de Futebol, para obrigar Jesualdo a optar por outro sistema que não o sue famoso 4x3x3 de Transições rápidas para o qual não tem jogadores. Aqui está o Pecado Mortal de Jesualdo


Fica a pergunta. Se para além de se ter tirado o Hulk á força da equipa Portista, o actual Treinador tivesse procurado um Sistema que se adaptasse aos Jogadores e não ao contrário, o Futebol Clube do Porto estaria a lutar pelo Título de Campeão Nacional (Penta)?


Como disse o Sr. Pinto da Costa; vem ai Sangue Novo e eu alerto que para além de Sangue novo são precisas Ideias novas e actualizadas.


Crónica semanal escrita pelo bloguer The Blue One, no âmbito da parceria em vigor com o Blog A Mística Azul e Branca.

2 golos

  1. Anónimo Says:
  2. predisser ou prediger ?

     
  3. O sangue novo é o de Domingos Paciência, André Vilas Boas ou Paulo Bento. Seja qual deles for, será de certeza muito mais útil ao FCP do que Jesualdo foi, ainda que possa não vencer tanto. Contraditório? Não.
    Na minha opinião, nunca foi Jesualdo o verdadeiro maestro do tetra, mas sim "el comandante", que não ganhou essa alcunha à toa, e que dentro ou fora de campo conseguiu que um balneário nunca se furtásse à luta, independentemente das opções tácticas mais ou menos discutíveis. E jogadores com Lucho......, só tiros de sorte os trazem para Portugal.

    Olhemos bem para o que Jesualdo conseguiu nas provas de fogo ao longo de 4 épocas em que era posto à prova, isto é, quando apanhava adversários de maior poderio.
    Europa? Bem... ultrapassadas as fases de grupos com mais ou menos mérito, com adversários teóricamente mais fortes a denotarem fragilidades, nas eliminatórias com a nata do futebol europeu toda a gente já pressentia que mais minuto menos minuto ele seria eliminado por Man Utd, Arsenal, Schalkes.....
    Duelos com Benfica? Duelos com Sporting?
    Banhos tácticos autênticos, que só aqui e ali foram disfarçados com rasgos de individualidade de um ou outro jogador quando, e todos bem sabem, o plantel do Porto era bem mais valioso do que estes seus adversários. Exceptuando o 5-2 recente, eu não me recordo do FCPorto enfrentar os seus velhos rivais e dominar categoricamente um desafio na era Jesualdo.

    Sangue novo entrará no Dragão, sim. E essa, seguramente, é a explicação para a apreciável calma entre os adeptos dragões e que tanto intriga os rivais.
    É que, há decadas que tem sido sempre assim. É a mestria de um Presidente que já passou por isto antes, e sempre deu a volta.

     

Enviar um comentário

No Futebol "O Desporto Rei" todos os comentários são aceites, desde que os mesmos não contenham qualquer tipo de palavreado não adequado, que impere o respeito e que não sejam com o intuito de fazer apenas e só publicidade. Para este último aspecto, assim como para eventuais trocas de links, façam o favor de nos contactar para o nosso endereço de email (Gmail).

ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS:

ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS:
Adiciona-nos e ajuda-nos a divulgar um projecto que pretendemos retomar em breve.

Followers

Parcerias:

Parcerias:
A Mística Azul e Branca traz-nos o "Poder Portista".

A Norte de Alvalade traz-nos "De Leão ao peito".

O Blog Geração Benfica traz-nos "Benfica by GB".